23 janeiro 2022 4:45 am
23.3 C
Rio Branco
23 janeiro 2022 4:45 am

Deputado Gonzaga busca solução para levar atendimento a portadores de autismo em todo o Acre

Agência Aleac
-------- Continua depois da Publicidade--------

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Luiz Gonzaga (PSDB), acompanhou na manhã desta terça-feira (30) a vereadora de Feijó, Terezinha Moreira (PP), e o presidente da Família Azul de Feijó, Juvenil, para uma reunião na Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) para tratar sobre melhorias no atendimento às crianças portadoras de autismo.

Gonzaga, a vereadora e o presidente da associação foram recebidos pela diretora de Redes da Sesacre, Joice Soares, e Jeane Rodrigues, do setor de humanização da Sesacre.

Durante a reunião, foi apresentando à Sesacre as dificuldades enfrentadas pelas famílias do interior do Acre para conseguirem um laudo comprovando que seus filhos são portadores do autismo.

A vereadora Teresinha afirmou que as famílias enfrentam dificuldades financeiras de se deslocarem até Rio Branco para serem atendidas por profissionais da saúde e conseguirem o diagnóstico para iniciarem o tratamento pela rede pública de saúde.

Diante desta situação, o deputado Luiz Gonzaga aproveitou para apresentar aos presentes uma indicação, que ele apresentará na Aleac, pedindo que o Estado promova um projeto de saúde itinerante nos municípios acreanos para diagnosticar transtornos neurológicos.

“Fiz questão de participar dessa reunião para acompanhar a luta dessas famílias que têm filhos com autismo. Temos lutado para implantar centros de atendimentos a autistas em mais cidades do Acre, enquanto isso vamos buscando outras formas de atender essas pessoas que tanto precisam do poder público. Vamos apresentar na Aleac uma indicação para que seja implantado um programa de saúde itinerante em todo o estado para diagnosticar os portadores de transtorno neurológicos e assim iniciarem mais rápido seus tratamentos”, disse o deputado.

A diretora da Sesacre afirmou que as crianças com suspeitas de autismo precisam estar cadastradas na regulação do município para que a Sesacre organize a demanda para levar profissionais para realizar os atendimentos nos municípios do interior.

“As crianças e outros portadores de autismo precisam estar cadastrados na regulação de cada município e assim a Sesacre poderá atuar quando tiver uma lista com mais de 10 pacientes levando profissionais para atender esse público nas regiões ondem residem”, disse Joice Suares.

Compromisso do deputado Gonzaga com portadores de autismo

Luiz Gonzaga tem com uma de suas bandeiras de mandado a defesa aos direitos dos portadores de autismo no estado do Acre. O deputado foi responsável por projeto de lei que propõe a criação de um cadastro único de pessoas portadoras do Transtorno do Espectro Autista (TEA). A ideia é que esse cadastro seja gerido pela Sesacre para facilitar o diagnóstico e tratamento aos portadores.

O deputado tucano também já visitou vários municípios do Acre para discutir a implantação de mais centros de atendimento a portadores de autismo.

Após a reunião desta terça-feira, Gonzaga se colocou à disposição das famílias e representantes da associçao Família Azul para buscar soluções em levar um atendimento de qualidade e de forma rápida aos autistas.

“Desde que soubemos da luta da Família Azul em oferecer uma tendimento mais digno aos portadores de autismo nos colocamos à disposição. Vamos manter contato com a Sesacre e visitar as cidades para que os secretários de saúde dos municípios agilizem a lista de crianças com suspeita de autismo para que a equipe da Sesacre vá o quanto antes atender essas pessoas”, finalizou.

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS