30 novembro 2021 10:02 am
24.3 C
Rio Branco
30 novembro 2021 10:02 am

De amigas a sócias: jovens apostam em papelaria criativa e abrem loja virtual em Rio Branco

As duas se conheceram no último ano do ensino médio e agora decidiram virar sócias. ‘É mais paixão do que trabalho’.

G1 Acre
-------- Continua depois da Publicidade--------

O clichê é “do terceirão para a vida”, mas para Letícia Lamar, de 24 anos, e Raquel Queiroz, de 25, o mais certo é “do terceirão para os negócios”. As duas se conheceram no último ano do ensino médio em Rio Branco e agora, anos depois, decidiram abrir uma loja on-line de papelaria criativa.

O empreendimento foi aberto em agosto deste ano após Letícia ficar um período desempregada. Porém, ela conta que a parceria das duas é coisa antiga.

“Na escola mesmo decidimos que teríamos alguma coisa juntas. Isso com mais ou menos 17 anos e não sabíamos muito o que queríamos na época, então criamos um canal no Youtube que se chamava Coisô, onde postávamos vídeos sobre tudo. Com um tempo entrei na faculdade de direito, a rotina apertou e eu saí desse projeto, mas a Raquel continuou”, conta.

Além da produção multimídia, Raquel também é professora de balé e jazz e já tem uma loja de enfeites para cabelo, sempre apostando na criatividade e conectividade.

Ao se ver formada e desempregada em agosto deste ano, Letícia decidiu mais uma vez apostar nessa parceria para tentar algo novo para ela. Desta vez, queria empreender e viu em Raquel, além de uma amiga, uma sócia que só tinha a acrescentar ao negócio.

“Aí a gente pensou: somos muito apegadas a coisas fofinhas e a papelaria criativa está em alta em Rio Branco e não temos muitas opções. A gente decidiu tentar trazer coisas diferentes que não teriam nessa papelarias. Começamos a procurar fornecedores e usamos o mesmo nome do canal, então ficou: Coisô Papelaria.”

Internet cria oportunidade

 

Atualmente, a loja é on-line e trabalha no sistema de entrega em casa. A pessoa escolhe os produtos, que são separados e levados até os clientes. Para Letícia, as vendas na internet têm crescido de forma significativa no estado, principalmente na pandemia, e, segundo ela, o mundo virtual é um ótimo universo para quem está pensando em empreender.

“Hoje com a internet a gente pode montar uma loja on-line, sem precisar de um local físico, então para quem não tem condições de ter um espaço físico é uma ótima oportunidade. Vendemos para pessoas que nem pensamos que venderíamos e talvez se tivéssemos realmente em um loja física não venderíamos”, destaca.

O serviço de delivery é contratado também por aplicativos e pagos somente por cada entrega, diferente do que ocorria antigamente, quando os motoboys recebiam mensalmente.

A loja ainda está no início mas, segundo Letícia, já deu um lucro muito bom que é reinvestido no empreendimento. “Se a gente quisesse dava pra ter feito uma retirada, mas estamos reinvestindo o que temos de lucro”, explica.

No último fim de semana, as duas participaram de uma feira que reúne pequenos empreendedores, a Universo 68. A ideia é que elas permaneçam com a loja apenas on-line, participando de eventos como estes para divulgação.

‘Empresa de uma paixão nossa’

 

Para Raquel, a ideia de abrir um negócio com a amiga tem sido uma forma de aproximá-las e, mais do que isso, faz com que trabalhem com o que mais gostam.

“Agora somos sócias e está sendo muito legal e divertido se reunir de novo. Eu sempre fui muito apaixonada por papelaria desde criança, colecionando canetinhas, adesivos, sempre gostei de ter coisas diferentes e a gente se apaixona pelos próprios produtos que pedimos para vender. A gente fica empolgada para fazer compras e participar de feirinhas, é muito legal ter uma empresa de uma paixão nossa e ver o crescimento que estamos tendo com isso”, finaliza.

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS