19 novembro 2021 8:31 pm
23.3 C
Rio Branco
19 novembro 2021 8:31 pm

Covid-19: mais de 82% dos indígenas estão completamente imunizados

Agência Brasil
-------- Continua depois da Publicidade--------

O governo federal enviou um aporte de recursos superior a R$ 100 milhões para o combate à pandemia de covid-19 nas aldeias indígenas. A informação é do Secretário Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, Robson Santos, entrevistado desta sexta-feira (19) do programa A Voz do Brasil, que disse que mais de 82% da população indígena do país estão completamente imunizados. 

Segundo Santos, a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) contou com o apoio do Ministério da Defesa. “Foram mais de 20 missões interministeriais principalmente para regiões de Rondônia, Amazonas, Acre e Roraima”. Uma frota de mais 3 mil veículos que incluem balsas, lanchas, aviões e helicópteros permitiu com quem fossem atendidas todas as cerca de 6 mil comunidades indígenas nessa pandemia.

Como resultado a mortalidade desse público foi menos da metade da população em geral: a taxa de letalidade nos indígenas ficou em 1,2% sendo que no público geral foi de 2,5%.

O secretário da Sesai falou sobre outras frentes de trabalho da secretaria, entre elas o combate à malária. Segundo ele, a doença é endêmica em 20 dos 34 distritos indígenas. Só no distrito yanomami, um dos mais afetados pela doença, foram investidos, nos anos de 2020 e 2021, R$ 216 milhões, o maior valor destinado ao combate da doença até hoje. “Além disso temos investido também no envio de insumos, testes rápidos e tudo aquilo que é necessário, mosquiteiros, borrifação”, disse.

-------- Continua depois da Publicidade--------

Covid-19: proteção da CoronaVac pode ser menor em pessoas com HIV

Estudo mostra importância de vacinação e dose de reforço nesse grupo

18 estados registram queda na taxa de letalidade por Covid-19

Dados registrados na primeira quinzena de novembro foram comparados com mesmo período em outubro

Petrobras diz que não atenderá novamente demanda de distribuidoras em dezembro

Estatal justifica condição por um cenário de demanda atípica vista também em novembro

ÚLTIMAS NOTÍCIAS