6 dezembro 2021 3:19 am
23.3 C
Rio Branco
6 dezembro 2021 3:19 am

Após quase um mês sem óbitos, boletim da Sesacre traz uma morte por Covid nesta quinta-feira (25)

G1 Acre
-------- Continua depois da Publicidade--------

Vítima era do sexo masculino e morador da capital acreana, Rio Branco. Em todo estado, há sete pacientes internados nos hospitais de referência, sendo cinco com resultado positivo para a doença.

O Acre registrou (09) nove novos casos de Covid-19 nesta quinta-feira (25), de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre). Assim, o número de infectados saiu de 88.183 para 88.192. Após quase um mês sem óbitos, o boletim trouxe a morte de um homem, morador de Rio Branco. Agora, o número total de vítimas da doença agora é 1.846. O último óbito tinha ocorrido no dia 26 de outubro.

Em todo estado, há sete pacientes internados nos hospitais de referência, sendo cinco com resultado positivo para a doença.

O Acre tem 21 exames de RT-PCR à espera de análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Desde o início da pandemia, 86.136 pessoas receberam alta.

O Acre está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência de 9.843,8 casos para cada 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade em cada 100 mil habitantes é de 206 já a de letalidade – quantidade de mortos dentro dos números confirmados da doença – é de 2%.

Dos 20 leitos disponíveis na rede SUS em todo o Acre, um está ocupado. Com isso, a taxa de ocupação dos leitos é de 5%. São 10 leitos em Rio Branco e 10 em Cruzeiro do Sul.

Números e mortes

Das 1.846 mortes, 1.074 eram homens e 772 mulheres. Do total de vítimas, 1.228 tinham acima de 60 anos.

Maiores taxas de contaminação a cada 10 mil habitantes:

•Assis Brasil – 2.425
•Mâncio Lima – 1.549
•Xapuri – 1.546
•Tarauacá – 1.527
•Santa Rosa – 1.510

-------- Continua depois da Publicidade--------

Julgamento de acusados no caso da Boate Kiss entra hoje no quinto dia

Depoimentos são de vítima e de testemunha de defesa de um dos réus

DPU recomenda que prefeito de Rio Branco pare de fazer discurso de ódio sobre musical com Papai Noel gay

Tião Bocalom se manifestou contra a iniciativa que foi aprovada pela FGB no último dia 26. Defensoria deu prazo de 10 dias para prefeito responder se vai ou não acatar recomendação.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS