19 novembro 2021 8:24 pm
23.3 C
Rio Branco
19 novembro 2021 8:24 pm

18 estados registram queda na taxa de letalidade por Covid-19

CNN Brasil
-------- Continua depois da Publicidade--------

Segundo levantamento feito pela CNN, 18 estados registraram queda na taxa de letalidade pela Covid-19 na primeira quinzena de novembro. Os dados foram analisados comparando os índices registrados entre junho e julho, calculados com base nos novos casos e novas mortes registrados durante cada mês.

A taxa de letalidade representa os casos que evoluíram para óbito dentre as pessoas que contraíram a Covid-19. Com base nos boletins epidemiológicos divulgados pelo Ministério da Saúde, a CNN analisou e calculou a taxa de letalidade registrada por cada unidade da federação durante outubro e novembro, com a divisão de período a cada 15 dias.

De acordo com a análise, os estados que registraram a queda de outubro para novembro foram: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Sergipe e Tocantins.

Destes estados, 16 registraram índice menor que o calculado na segunda quinzena de outubro. O Maranhão e Pernambuco, que registraram a queda nos primeiros 15 dias de novembro em relação ao mesmo período no mês anterior, contabilizaram, no entanto, crescimento em novembro quando os dados são comparados com a última quinzena de outubro.

O estado com a maior queda na taxa de letalidade foi Roraima. Na primeira quinzena de outubro, o índice estava em 17,78%, calculado com base nos 90 casos e 16 mortes em decorrência da doença. Já em novembro, houve a queda de 15,97 pontos percentuais; dos 497 casos, apenas 9 mortes foram por complicações da Covid-19.

Outro destaque é que Acre, Amapá, Paraíba e Rondônia registraram a taxa abaixo de 1%. O Acre não registrou nenhuma morte de 01 até 15 de novembro, portanto, registrou 0% de letalidade.

A queda nas taxas de letalidade e nos números absolutos da Covid-19 pode ser explicada pelo avanço da vacinação contra a doença, que já imunizou os grupos prioritários e agora atinge maiores parcelas da população geral. O período analisado, inclusive, também foi cerca de duas semanas após o início da aplicação da terceira dose na campanha nacional de imunização contra a Covid-19.

-------- Continua depois da Publicidade--------

Petrobras diz que não atenderá novamente demanda de distribuidoras em dezembro

Estatal justifica condição por um cenário de demanda atípica vista também em novembro

Haitiano que ficou paraplégico ao ser obrigado a se jogar de ponte no AC aparece dando passos em vídeo

Jacquenue Bosquet, de 36 anos, foi levado a um abrigo de Rio Branco, mas tem apresentado problemas psicológicos e agora se recusa a continuar tratamento.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS