8 outubro 2021 7:01 am
23.3 C
Rio Branco
8 outubro 2021 7:01 am

Motorista e passageiro de carro são indiciados por importunação sexual de ciclista

Dois jovens vão responder por importunação sexual e lesão corporal qualificada, que tem como pena reclusão de 1 a 5 anos

Correio Braziliense
- Publicidade-

A Polícia Civil de Palmas, no Paraná, indiciou Jackson Barboza Simões, de 19 anos, e Deivid Figueiredo Pereira, de 21 anos, por importunação sexual e lesão corporal qualificada. Os dois são acusados de aproximar o carro e assediar a estudante Andressa Lustosa, de 25 anos, enquanto ela andava de bicicleta em uma rua do município.

O caso aconteceu no dia 26 de setembro e foi registrado por câmeras de seguranças. Nas imagens, é possível visualizar Andressa em meio a rua quando um carro branco se aproxima e o passageiro coloca os braços na janela para tocar o corpo da mulher, que se desequilibra e cai em seguida.

O condutor do veículo disse aos policiais que não quis facilitar a ação do jovem, mas confirmou a intenção do passageiro de assediar a estudante. Por esse motivo, ele responde como coautor da importunação sexual.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Felipe Souza, o episódio teve como circunstância qualificadora o fato de Andressa ser mulher. Ele afirmou ainda que os dois acusados seguem presos. Para o crime de importunação sexual, a pena prevista é de reclusão de 1 a 5 anos. Já a pena para o crime de lesão corporal qualificada é de 1 a 4 anos.

A estudante de direito comemorou a decisão nas redes sociais. Andressa disse que, por muito tempo, o corpo da mulher foi percebido como ‘coisa pública’ e que esse tipo de comportamento não são mais toleráveis. “Vamos fazer a lei ao nosso favor, vamos denunciar”, escreveu na publicação.

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS