28 outubro 2021 6:04 am
23.3 C
Rio Branco
28 outubro 2021 6:04 am

Morre, aos 77 anos, o pai de Mayra Pinheiro, a Capitã Cloroquina

Francisco Cesar Pinheiro tinha câncer e asma; ele não resistiu a uma parada cardiorrespiratória

Correio Braziliense
- Publicidade-

Morreu, nesta terça-feira (5/10), aos 77 anos, o servidor aposentado da prefeitura de Fortaleza Francisco Cesar Pinheiro, pai da secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, conhecida como Capitã Cloroquina.

Cesar Pinheiro passou quatro meses internado em um hospital particular de Fortaleza depois de contrair covid-19. Em agosto, ele recebeu alta, mas voltou ao hospital devido a um quadro de infecção urinária. Nesta terça-feira, ele não resistiu a uma parada cardiorrespiratória. O servidor aposentado tinha câncer de próstata e asma.

Em maio, quando depôs na CPI da Covid, Mayra disse aos senadores que o pai dela tinha se tratado com hidroxicloroquina, ivermectina e azitromicina, o kit covid defendido por ela para tratamento da doença e que comprovadamente não tem eficácia. “Meu pai, que ficou muito grave, ainda permanece internado na UTI. Meu pai tinha uma doença de base, um câncer de próstata, eu tive a doença, vários membros da minha família tiveram, e aqueles que se submeteram ao ‘tratamento precoce’ graças a Deus todos evoluíram. Meu pai, a despeito do internamento na UTI, permanece vivo e nos próximos dias deverá voltar pra casa”, disse à época.

O falecimento de Francisco Cesar Pinheiro foi confirmado por Mayra pelas redes sociais. “Que o Senhor Deus nos fortaleça nesse momento de despedida”, lamentou.

A médica também emitiu uma nota, na noite desta terça-feira, em que diz que a morte de Cesar Pinheiro não tem relação com a infecção pela covid-19.

nota de pesar morte Cesar Pinheiro
nota de pesar morte Cesar Pinheiro(foto: reprodução )
- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS