6 dezembro 2021 12:54 pm
25.3 C
Rio Branco
6 dezembro 2021 12:54 pm

Idosa desnutrida é resgatada de casa e cerca de oito dos 30 animais de estimação estavam mortos

Socorro chegou graças à preocupação de vizinhos; mulher segue internada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Oito gatos já tinha sido mortos pelos cães da idosa, que também estavam desnutridos

da Redação Ecos da Notícia
-------- Continua depois da Publicidade--------

Uma idosa de 77 anos foi resgatada com sinais de desnutrição da casa onde vivia em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. A mulher mantinha cerca de 30 animais em casa, entre cães e gatos, mas quando o socorro chegou oito felinos já estavam mortos. Eles foram atacados pelos cães, que estavam com fome.

O resgate foi feito pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no dia 22 de outubro. A idosa segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Luzia de Pinho Melo.

Abandono

 

A casa estava em péssimas condições de higiene, segundo a Prefeitura, com muito lixo acumulado. Maria do Carmo Silva, vizinha que buscou ajuda, conta que a situação da idosa piorou depois da morte do filho, que morreu há dois meses. “Ela estava sem comer e beber. Tem diabetes.”

De acordo com a vereadora Fernanda Moreno, integrante do Grupo Fera, que trabalha com animais abandonados, o imóvel não tinha energia elétrica e um espaço limpo e salubre para a idosa descansar.

O gabinete dela foi chamado pelos vizinhos, que já tinham procurado outros órgãos. A parlamentar calcula que 20 gatos e 11 cães estavam no imóvel.

“O Setor de Zoonoses retirou oito gatos mortos e resgatou um filhote de cachorro e dois gatos. Eu resgatei uma gata e depois dois cães muito debilitados”. Num primeiro momento parte dos animais ficaram no imóvel, porque não havia protetores disponíveis. A ONG deixou ração para que os vizinhos cuidassem. Na quinta-feira (28), outros animais foram retirados. De acordo com a Fernanda, apenas um cão ainda está lá por ser muito arredio.

Segundo a Prefeitura, os animais resgatados pela equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) seguem em recuperação e poderão ser encaminhados para adoção somente quando estiverem plenamente recuperados.

“A equipe encontrou a residência em situação bem crítica de higiene, com 11 cães e alguns gatos, oito deles mortos, que estavam sendo comidos pelos cães. Por conta da situação, os animais estavam bastante alterados. A equipe do CCZ conseguiu resgatar um filhote de cão e dois gatos.”

Demora para o atendimento

 

A vizinha Maria do Carmo diz que precisou lutar pelo atendimento da mulher. Ela conta que os vizinhos notaram que a idosa não saía de casa há cerca de 15 dias e ligaram para vários órgãos. Como não foram atendidos, Maria do Carmo resolveu ir até a Prefeitura. “Fui em um prédio e disseram que não era lá. Fui em outro, no Centro, e falei na Assistência Social. Disseram que iam entrar em contato e depois de três dias nada.”

Maria do Carmo afirma que ligou novamente até que a ambulância foi enviada.

Animais foram resgatados em casa em Mogi das Cruzes — Foto: Fernanda Moreno/ Arquivo Pessoal
Animais foram resgatados em casa em Mogi das Cruzes — Foto: Fernanda Moreno/ Arquivo Pessoal

A Prefeitura afirma que casos de acumuladores de animais exigem atendimento conjunto, envolvendo equipes especializadas em Assistência Social, Saúde Mental e Zoonoses. “Tão logo receba alta e retorne à sua residência, essa senhora deverá receber acompanhamento multidisciplinar.”

A Secretaria de Assistência Social de Mogi das Cruzes confirmou que foi procurada pela vizinha da idosa e que imediatamente acionou o Conselho Municipal do Idoso, bem como a orientou a acionar o Samu, em razão da situação de saúde relatada.

Segundo a pasta, o Samu foi acionado e foi à residência da idosa na quinta-feira (21), porém, ao chegar no local, a residência estava fechada e a idosa não quis atender, razão pela qual o atendimento não pode ser prestado nesse primeiro momento.

A secretaria informou ainda que na manhã seguinte, a Assistência Social acionou a Polícia Militar, o Samu e o Centro de Controle de Zoonoses. No mesmo dia, a idosa foi resgatada e levada ao Hospital Luzia de Pinho Melo. Alguns de seus animais também foram resgatados.

De acordo com a secretaria, a equipe da Assistência Social segue acompanhando o caso, em contato direto com a vizinha e também conseguiu, a partir de uma busca ativa, localizar uma sobrinha da idosa, que já está com ela no hospital. O acompanhamento terá continuidade.

Fonte: G1

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS