23 outubro 2021 3:41 am
26.3 C
Rio Branco
23 outubro 2021 3:41 am

Governo colombiano dá autorização para mulher morrer

OCPNEWS
- Publicidade-

A colombiana Martha Liria Sepúlveda, de 51 anos, é a primeira mulher na Colômbia a conseguir autorização do governo para a eutanásia, sem estar em um quadro terminal. Diagnosticada com esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença degenerativa, Martha não consegue andar e convive com dores pelo corpo.

Depois que a Corte Constitucional colombiana abriu o direito à eutanásia, que consiste em provocar a morte de uma pessoa antes do previsto pela evolução natural da doença, Martha, então, decidiu pedir autorização para a morte assistida. O pedido foi aceito e a morte já tem data para acontecer, neste domingo (10).

“Sou uma pessoa católica, me considero alguém que crê muito em Deus, mas, repito, Deus não quer me ver sofrer e acredito que não quer ver ninguém sofrer”, disse Martha em entrevista à emissora Caracol. “Para mim, a morte é um descanso”, ressaltou.

Até o dia da eutanásia chegar, a colombiana tenta aproveitar os últimos dias que ainda tem na companhia da família, acompanhada de cerveja e comida.

“Estou mais tranquila desde que autorizaram o procedimento. Rio mais, durmo mais tranquila”, afirmou.

Em entrevista à TV Caracol, o filho de Martha, Federico Sepúlveda, de 22 anos, disse que preferira ter a mãe por mais tempo junto com ele, porém respeita e aceita a decisão da eutanásia que é o “maior ato de amor” que já fez.

“Em princípio preciso da minha mãe, quero ela comigo, quase em qualquer condição. Mas sei que em suas palavras ela já não vive, sobrevive. Meu foco agora é em fazê-la feliz, fazer com que ela ria e se divirta um pouco. E que sua estada na Terra, pelos dias que ainda restam, seja um pouco mais amena”, completa Federico.

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS