30 novembro 2021 10:39 am
23.3 C
Rio Branco
30 novembro 2021 10:39 am

Estuprador é preso após alegar ter “confundido” filha de sete anos com a mulher

OCP NEWS
-------- Continua depois da Publicidade--------

A Polícia Civil prendeu um homem acusado de abusar sexualmente da filha de sete anos em Belo Horizonte, em Minas Gerais.

A ação aconteceu durante uma operação para prender suspeitos de crimes sexuais contra crianças e adolescentes nesta quinta-feira (28).

mandado de prisão preventiva foi cumprido pelos policiais civis no bairro Carlos Prates.

De acordo com a delegada Thais Degani, a criança contou à mãe que, na noite que dormiu na casa do suspeito, em setembro de 2021, ele teria praticado atos libidinosos.

Durante o registro da ocorrência, o homem disse que estava sob efeito de drogas e que teria confundido a filha com a companheira.

A operação foi deflagrada pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente, vinculada ao Defam (Departamento de Investigação, Orientação e Proteção à Família).

Para a chefe do departamento, delegada-geral Carolina Bechelany, a informação e o diálogo são essenciais para evitar esses crimes.

Precisamos conversar com as nossas crianças desde cedo e orientá-las quanto ao assunto. A Polícia Civil de Minas Gerais tem uma animação, disponível em nosso canal no YouTube, para ajudar os pais nessa delicada tarefa”, explica.

Outras prisões

Outros três dois foram presos durante a operação.

No bairro Minas Caixa, os policiais civis apreenderam equipamentos eletrônicos de um suspeito de produzir e comercializar imagens pornográficas de uma menina de 12 anos.

Ele já foi investigado, em operação da Polícia Federal, por compartilhar conteúdo dessa natureza.

O delegado Daniel Gama e sua equipe cumpriram o mandado de prisão preventiva contra um homem, de 24 anos, em razão do estupro de vulnerável contra uma adolescente, de 12.

O crime aconteceu em 2017, quando a menina fugiu de casa e foi encontrada em um imóvel com o investigado. Ele foi preso no bairro Serra.

O terceiro suspeito foi localizado no bairro Pindorama.

O pai, de 38 anos, foi condenado a 13 anos de prisão por estupro de vulnerável contra a filha, de 5, em 2017.

A delegada responsável pelo caso, Renata Ribeiro, explica que, à época dos fatos, a vítima foi acolhida na unidade policial e, em escuta especializada, contou detalhes do abuso sofrido.

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS