26 novembro 2021 3:58 pm
27.3 C
Rio Branco
26 novembro 2021 3:58 pm

Depois de Márcio Bittar barrar acesso a audiência pública, presidente do Sintect-AC pede debate democrático

Assessoria Sintect
-------- Continua depois da Publicidade--------

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos do Acre (Sintect-AC), Suzy Cristiny, participou do ato realizado na frente do Congresso Nacional para protestar contra a privatização dos Correios e para reivindicar uma nova audiência pública capaz de abrir debate de opiniões contrárias sobre a matéria que tramita no Senado e tem como relator Márcio Bittar.

De acordo com a sindicalista, houve articulação do governo para que a sessão marcada para quarta-feira, 20, fosse realizada apenas com pessoas favoráveis à venda da estatal, sendo que outra audiência pública seria marcada exclusivamente para aqueles que defendem que a empresa deva continuar pública.

“Existe a necessidade de realizar o confronto de ideias, mas Márcio Bittar marcou uma audiência somente com os favoráveis à privatização e outra com os contrários. É importante existir o debate com a participação de pessoas com ideias divergentes, como, também, o debate em várias outras comissões, o que seria suficiente para o esclarecimento do papel dos Correios e a possibilidade da falta de serviço”, afirmou a presidente do Sintect-AC.

O protesto foi organizado pela Federação dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos do Acre (Fentect). Há mais de dois meses os trabalhadores buscam apoio de parlamentares e realizam atos para evitar a venda da empresa.

Para a presidente, os Correios têm um papel importante para o fortalecimento da economia acreana, mas precisa de vontade política para isso, já que a empresa tem condições financeiras para melhorar os serviços.

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS