18 outubro 2021 4:25 pm
28.3 C
Rio Branco
18 outubro 2021 4:25 pm

Com quase 20 mil casos de diarreia no AC, Saúde faz levantamento de causas do surto

G1 Ac
- Publicidade-

Com mais de 19,9 mil casos de diarreia registrados no Acre até a semana epidemiológica 38, que corresponde ao período de 3 de janeiro a 25 de setembro deste ano, e com 11 cidades em alerta máximo, por causa do aumento de casos, a Secretaria Estadual de Saúde apura causas do surto.

Os dados são do Núcleo das Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar (NDTHA) da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), que apontam no mesmo período de 2020, 13,5 mil casos foram registrados. O Chefe do Departamento de Vigilância em Saúde da Sesacre, Gabriel Mesquita, disse que está sendo feito o levantamento das possíveis causas do aumento dos casos.

“Agora, os municípios estão mandando os materiais biológicos, coletas. Vamos organizar tudo isso porque eles não tinham esse fluxo e agora estão organizando”, disse.

Conforme os dados, os casos começaram a aumentar no estado a partir do dia 25 de julho, que corresponde à semana epidemiológica 30. Conforme o último boletim, dos 22 municípios, 11 estão em alerta máximo. Sendo eles: Assis Brasil, Capixaba, Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Feijó, Jordão, Marechal Thaumaturgo, Rodrigues Alves, Santa Rosa, Senador Guiomard e Tarauacá.

As cidades com maior número de casos registrados na semana 38, foram Cruzeiro do Sul, com 141 e Tarauacá com 78.

Mesquita disse que desde a semana epidemiológica 30 foram alertados pelo Núcleo de Doenças e Transmissão Hídrica e Alimentar, desde então tem atuado junto aos municípios, de forma a contribuir na construção de estratégias para minimizar o impacto desse surto na população.

“As ações são feitas pelos municípios e a secretaria continua dando apoio na questão da viabilidade das que eles vão tomar. Ação é com eles e nós damos o suporte”, pontuou.

As cidades que estão em alerta são: Acrelândia (25), Brasiléia (29), Mâncio Lima (19), Rio Branco (419) e Sena Madureira (50).

Já Bujari, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Acre [não informou dados], Porto Walter e Xapuri e são orientados a investigar senão há subnotificação.

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS