25 outubro 2021 2:05 pm
22.3 C
Rio Branco
25 outubro 2021 2:05 pm

Cinco pessoas são mortas a tiros em chacina em fazenda de Vilhena, RO

G1Ro
- Publicidade-

Entre os mortos estão o casal dono da fazenda e três funcionários. Conforme informações preliminares da polícia, dono foi levado para uma sala separada onde foi torturado.

Fazenda onde cinco pessoas foram mortas em Vilhena, RO — Foto

Cinco pessoas foram assassinadas a tiros na noite de quarta-feira (13) em uma fazenda localizada a cerca de 70 km de Vilhena (RO), uma área de conflitos agrários no sul do estado. Nesta quinta-feira (14), a Rede Amazônica esteve no local e a polícia confirmou que entre os mortos estão o casal dono da fazenda e três funcionários.

Conforme informações preliminares da polícia, a família estava jantando quando a casa foi invadida. O dono da fazenda foi levado para uma sala separada, onde foi torturado. Há indícios de que ele teve o coração arrancado do corpo com um facão.

A esposa e os três funcionários foram levados para a varanda da casa, colocados de joelho e executados com tiros nas nucas.

Fazenda onde cinco pessoas foram mortas em Vilhena, RO — Foto: Maelly Nunes/Rede Amazônica

No local também estavam duas crianças, menores de 10 anos, e a esposa de um dos funcionários executados. Eles foram trancados em um dos quartos da casa durante a noite da quarta-feira e só conseguiram sair na manhã desta quinta após quebrarem uma janela.

A mulher e as crianças andaram por 15 km pela zona rural até que conseguiram pedir socorro e acionaram a polícia.

Outro crime no mesmo local


Três corpos carbonizados foram encontrados dentro da casa em Vilhena — Foto: José Manoel/Arquivo Rede Amazônica

Em 2015 cinco pessoas também foram mortas na fazenda. Na época, um homem que estava no local do crime e foi atingido com um tiro nas costas, mas fingiu estar morto e conseguiu sobreviver, foi a peça chave nas investigações da Polícia Civil.

Ele contou aos investigadores que estava com mais cinco amigos conversando no local quando apareceram alguns homens e começaram a atirar na direção do grupo, que tentou fugir.

Os suspeitos então atearam fogo no local onde as vítimas se abrigaram para escapar dos tiros. O sobrevivente disse que em seguida os homens foram embora, mas três dos cinco mortos foram queimados vivos.

Segundo a Polícia Civil, as investigações apontam que o crime teria sido motivado por disputa de terras.

Em 2017, os réus Eber Maciel da Costa e Marlos de Souza Cândido, acusados de participação na chacina da fazenda Vilhena, foram condenados a 20 anos de reclusão em um novo julgamento. Eles foram absolvidos pelo Tribunal do Júri em setembro de 2016, mas o Ministério Público de Rondônia (MP-RO) entrou com recurso e o julgamento foi anulado.

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS