9 outubro 2021 12:45 pm
31.3 C
Rio Branco
9 outubro 2021 12:45 pm

Casal é executado a tiros na frente do próprio filho de apenas 10 meses

gazetadigital
- Publicidade-

Polícia identifica casal que foi executado em frente a bebê; veja vídeo.

Nicolas Elias Albuquerque do Prado, 18 anos, e a esposa, Clediana Pereira Alexandre, de 19 anos, foram executado a tiros em frente ao filho de 10 meses, na tarde desta sexta-feira (8), em Alto Garças (357 km ao sul de Cuiabá). De acordo com a Polícia Civil, ambos tinha passagens criminais.

Segundo os investigadores, o casal foi morto por ocupantes de uma caminhonete por volta das 16 horas. Antes de efetuar os tiros, os suspeitos pediram que a criança fosse deixada no chão da calçada, em frente a residência onde os dois foram alvejados. Após o crime, o bebê ficou ao lado dos corpos, chorando em meio ao sangue.

Nicolas foi atingido com 3 disparos na cabeça, enquanto a mulher foi atingida com 2 na mesma região. O rapaz tinha passagens por tráfico de drogas de quando era adolescente e estava sendo investigado por suspeita de roubo na cidade e em Santa Rita do Araguaia, em Goiás. Já Cleidiana também já foi detida, por receptação, quando era menor.

Vídeo registrado por um homem que estava no local mostra o momento em que a criança está desorientada diante da situação. Nas imagens, é possível ver os corpos de um homem e de uma mulher ao lado do bebê, que sofreu ferimentos por ser deixada no chão. A criança foi socorrida e está sob cuidados do Conselho Tutelar, que a encaminhou para uma unidade de saúde em Rondonópolis.

Informações apuradas pela reportagem apontam que a execução teria ocorrido por conta de um suposto acerto de contas, mas não há qualquer tipo de confirmação oficial. Diante da situação, agentes da Polícia Militar foram chamados e, posteriormente, acionaram a Polícia Civil. Profissionais da

Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) recolherá os corpos e os encaminhará ao Instituto Médico Legal (IML), onde são realizados os exames de necropsia.

O caso será investigado pela Polícia Civil do município.

Veja o vídeo a seguir:

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS