6 dezembro 2021 12:20 pm
25.3 C
Rio Branco
6 dezembro 2021 12:20 pm

Bolsonaro fala em viés social para Petrobras e mudança na lei para alterar a política de preço

Metro 1
-------- Continua depois da Publicidade--------

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez uma breve live nesta quinta-feira (28)  na qual defendeu um “viés social” para a Petrobras e afirmou que a empresa deveria lucrar menos.

Durante transmissão nas redes sociais, Bolsonaro voltou a declarar que uma possível privatização da petroleira entrou no radar do governo. Segundo a Folha de São Paulo, ele também defendeu uma mudança na política de preços da Petrobras, que atrela o valor dos combustíveis ao mercado internacional.

“Porque se é uma empresa que exerce um monopólio, ela tem que ter seu viés social, no bom sentido. Ninguém quer dinheiro da Petrobras para nada; queremos que a Petrobras não seja deficitária obviamente, invista também em gás —com mais atenção em gás— e não apenas em outras áreas. Então a gente quer uma Petrobras voltada para isso, mas carecemos de mudança de legislação que passa pelo Parlamento”, disse Bolsonaro.

Ele realizou uma breve live nesta quinta antes de embarcar para Roma, onde participa de reunião do G20.

“Repito: ninguém vai quebrar contrato, ninguém vai inventar nada. Mas tem que ser uma empresa que dê um lucro não muito alto como tem dado. Porque além de lucro alto para acionistas, a Petrobras está pagando dívidas bilionárias de assaltos que ocorreram há pouco tempo na empresa”, declarou o presidente.

Ao sugerir mudança na política de preços da Petrobras, Bolsonaro disse que o governo busca uma alteração legislativa para viabilizar a operação.

-------- Continua depois da Publicidade--------

Após fala de Bolsonaro, Petrobras diz que não há decisão sobre reajuste de combustível

Fato relevante publicado pela estatal vem após o presidente Jair Bolsonaro dizer que a empresa anunciaria uma redução de preço de combustíveis

Dilma desmente boato sobre doença e posta foto de bike: “Eu e a minha embolia”

Assessoria da petista também soltou nota em que rechaçou fake news

DPU recomenda que prefeito de Rio Branco pare de fazer discurso de ódio sobre musical com Papai Noel gay

Tião Bocalom se manifestou contra a iniciativa que foi aprovada pela FGB no último dia 26. Defensoria deu prazo de 10 dias para prefeito responder se vai ou não acatar recomendação.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS