27 outubro 2021 1:57 pm
31.1 C
Rio Branco
27 outubro 2021 1:57 pm

Suspenso na pandemia, Fundhacre normaliza atendimento no Hospital do Idoso

Fonte: ac24horas.com
- Publicidade-

A Fundação Hospital do Estado do Acre (Fundhacre), passou a normalizar os atendimentos que estavam suspensos devido a Covid-19 no Hospital do Idoso.

O hospital conta com um atendimento ambulatorial, que ocorre por meio de consultas eletivas, sendo o agendamento oferecido a todas as pessoas com idade acima de 60 anos.

Além do atendimento com os geriatras, os idosos já contam com outros profissionais que formam juntamente com os médicos uma equipe multidisciplinar, sendo Fonoaudióloga, Psicóloga, Terapeuta Ocupacional e Nutricionista.

A enfermeira do Ambulatório do Hospital do Idoso, Cláudia Mota, explica que o primeiro contato dos idosos é com a equipe de enfermagem, que dá início ao atendimento fazendo uma pré-consulta.

“Trata-se da primeira avaliação e anotações dos sinais vitais, além de triar por prioridades, assim oferecendo condições para que o paciente se sinta acolhido e seguro dentro da unidade”, disse.

No ambulatório o hospital conta também com o Serviço Social, local para onde o paciente é encaminhado quando surgem demandas que requerem esses serviços.

Hoje, enfrentando o momento da pandemia foi implantado as condições e cuidados para permanecer com a mesma qualidade e segurança no atendimento.

“O atendimento foi suspenso por 2 meses, quando se iniciaram as medidas de controle e combate a Covid-19. Ao serem retomadas as atividades, o Ambulatório passou a prestar um atendimento reduzido a 30%. Hoje já estamos, gradativamente, atingindo os 100%”, afirma a Cláudia Mota.

Para a gerente geral do Hospital do Idoso, enfermeira Luiza Medeiros os critérios para internação seriam pacientes com critérios geriátricos voltados para Alzheimer, no entanto é oferecido tratamento completo, desde o atendimento até internações, além de serem conduzidos para fazerem a parte clínica e serem encaminhados para posterior cirurgia, pois o objetivo é garantir que os pacientes saiam sentindo-se satisfeitos e com seu direito à saúde assegurado como preconiza o Estatuto da Pessoa Idosa.

“Trata-se de um cuidado diferenciado com os pacientes portadores de Alzheimer ou qualquer grau de demência senil. Para estes, temos uma profissional médica que presta um atendimento e tratamento específico. Percebemos o quanto é importante e indispensável o trabalho com idoso, todos os profissionais atuam com o mesmo afinco e dedicação, visando essa presteza e resolutividade para com as necessidades próprias dessa parcela da população que nos chega com as mais diversas fragilidades de saúde”, ressalta.

Luiza Medeiros explica ainda que todas as unidades que fazem parte da Fundação Hospitalar contam com uma enfermaria indígena caracterizada própria para recepcionar e atender o paciente indígena, “O Hospital do Idoso conta também com o apoio do Núcleo da Saúde Indígena da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), onde todas as unidades da Fundhacre foram contempladas, o objetivo é deixar o ambiente propício a cultura desse indígena que chega no Hospital”, encerrou.

Com informações da Agência de Notícias do Acre.

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS