27 outubro 2021 3:33 pm
31.1 C
Rio Branco
27 outubro 2021 3:33 pm

Possível fusão do PSL com o DEM esquenta prévias para candidatura ao Senado: Alan Rick, Márcia Bittar ou os dois?

Ac Jornal
- Publicidade-

A semana promete ser extremamente decisiva para os pré-candidatos ao Senado no Acre entre os apoiadores do governador Gladson Cameli. Tudo por conta das reuniões que devem ocorrer em Brasília sobre a possível fusão entre dois importantes partidos no processo: o DEM do deputado federal Alan Rick e o PSL, que já teve “vários” donos no Acre e hoje está alinhado ao grupo do senador Márcio Bittar e sua ex-mulher, Márcia Espinosa Bittar.

Quem levar a direção regional do partido no Acre ganha muitos pontos na indicação do candidato ao Senado. Apenas uma vaga estará em disputa em 2022.

E a “briga” pela direção do partido não é das mais simples.
Nenhum dos lados tem favoritismo a princípio.

Alan Rick tem a seu favor, além do apoio do deputado estadual do partido no Acre, Antônio Pedro, as pesquisas eleitorais que o colocam como franco favorito em relação a Márcia Bittar. Esta, por sua vez, além do apoio do ex-marido, senador da República e principal aliado de Bolsonaro no Estado, as alianças que teria construído no interior do Estado nos últimos dois meses.
Pesa contra os dois um fator importante: nomes de qualidade e com boas chances eleitoral pelo novo partido, na disputa pela Câmara dos Deputados.

Mas na propaganda pré-campanha sobre acordos, alianças, crescimento do nome, Márcia leva vantagem por um único motivo: tem dado ênfase a visitas na capital e no interior e à formação de um leque de apoiadores entre os partidos que atuam na base de Cameli, enquanto Alan Rick, embora tenha uma boa estrutura de bastidores, pouco ou nada fala sobre o tema.

Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS