1 dezembro 2021 4:22 am
23.3 C
Rio Branco
1 dezembro 2021 4:22 am

Hang promete ir à Justiça contra senadores da CPI da Covid

https://noticias.r7.com/brasilia

Em entrevista à Jovem Pan, Luciano Hang avaliou como crime exposição do atestado de óbito da mãe.

-------- Continua depois da Publicidade--------

O empresário Luciano Hang afirmou que vai à Justiça contra senadores da CPI da Covid. Em entrevista à rádio Jovem Pan, o dono da rede de lojas Havan avaliou que houve uma série de crimes cometidos contra ele durante sessão da Comissão no Senado Federal.

Segundo Hang, um dos crimes foi a exposição do atestado de óbito e do prontuário médico da mãe dele, vítima do novo coronavírus. “Meus advogados já estão aqui e vão entrar no individual de cada senador. Embora eles sejam senadores, eles não podem cometer crimes. Não foi só um crime de documentos, foi um crime moral, é uma desumanidade o que fizeram com a minha mãe”, disse à rádio.

Para ele, houve a abertura do sigilo da senhora que já faleceu, por causa de um discurso político. “Não foi só um crime de documentos, foi um crime moral, é uma desumanidade o que fizeram com a minha mãe”, ressaltou.

A morte da mãe do empresário também foi tema da Comissão de Inquérito do Senado, quando Hang passou a ser questionado se a senhora de 82 anos recebeu medicamentos defendidos por ele nas redes sociais, que fazem parte de um chamado “tratamento” contra covid-19.

-------- Continua depois da Publicidade--------

STF mantém foro de Flávio Bolsonaro e anula relatórios do Coaf

As chamadas "rachadinhas" consistem na prática de confisco, por parlamentares, de parte dos salários de assessores de seus gabinete

Thammy Miranda anuncia saída do PL após filiação de Bolsonaro ao partido

Em vídeo, vereador de São Paulo disse que já sofreu ataques da família do presidente

Homem é denunciado à PF por apresentar diploma falso para tentar tirar registro de médico no Acre

Suspeito apresentou documentação no CRM-AC em outubro para tentar tirar registro profissional. Equipe descobriu que apostila de revalidação era verdadeira, mas diploma de uma universidade da Bolívia era falso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS