20 outubro 2021 3:50 pm
31.3 C
Rio Branco
20 outubro 2021 3:50 pm

Mara Rocha  anuncia Empenho de Emenda para construção de casa de farinha mecanizada para produtores do Ramal Belo Jardim 

A emenda irá permitir a implantação de uma agroindústria de uso coletivo, para o beneficiamento da mandioca, e irá fomentar a produção de pequenos agricultores agregando valor à produção.

Assessoria de Imprensa da parlamentar
- Publicidade-

A semana começa com boas notícias para os produtores rurais do Belo Jardim. A Deputada Federal Mara Rocha anunciou o empenho de emenda para construção de Casa de Farinha naquela localidade, no valor de R$ 250.000,00.
Os recursos são oriundos das indicações da parlamentar nas Emendas da Bancada para o orçamento deste ano.
A emenda irá permitir a implantação de uma agroindústria de uso coletivo, para o beneficiamento da mandioca, e irá fomentar a produção de pequenos agricultores agregando valor à produção
“Os produtos da mandioca e seus derivados, em especial a farinha e a goma, em sua maioria, são produzidos de forma artesanal, em pequenas quantidades e sem levar em consideração condições mínimas de boas práticas, exigidas pela vigilância sanitária. Do ponto de vista econômico, a produção artesanal impacta diretamente no baixo valor do produto vendido. Com essa emenda pretendo ajudar os produtores do Belo Jardim a conseguirem produtos de melhor qualidade e com escala para comercialização”, explicou a parlamentar.
A Casa de Farinha será mecanizada e permitirá a produção de derivados da mandioca, como a farinha, a goma, o tucupi, a mandioca mansa in natura e outros produtos como o pé de moleque, o beiju e a tapioca, gerando de novos postos de trabalho e aumento na renda familiar.
“Tenho buscado trabalhar para garantir melhores condições para os produtores agrícolas do Acre, com emendas orçamentárias para construção de mercados, abatedouros e compras de máquinas e implementos. A construção dessa casa de farinha irá beneficiar, diretamente, cerca de 50 produtores e, indiretamente, mais de 200 pessoas, dentre os produtores que irão fornecer a matéria-prima para a agroindústria, as famílias envolvidas diretamente com o processamento da mandioca, e a rede de comercialização dos subprodutos, além do consumidor final que será beneficiado com um produto de qualidade e preço justo. Essa é minha forma de tentar garantir emprego e renda para o produtor do Acre”, finalizou Mara Rocha.

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS