Rio Branco,

aaa

Mais de 65,7 mil pessoas acima de 18 anos ainda não tomaram a 1ª dose da vacina contra Covid em Rio Branco

G1 Acre
- Publicidade-

Um balanço da Secretaria de Saúde de Rio Branco mostra que 65.750 pessoas acima dos 12 anos ainda não procuraram as unidades de saúde para tomar a primeira dose da vacina contra Covid-19. Além disso, outros 7,5 mil estão com a segunda dose atrasada.

A capital acreana começou a vacinar os adolescentes a partir dos 12 anos no dia 12 de agosto. Nos pontos de vacinação contra a Covid-19, em Rio Branco, as pessoas formam filas pra se vacinar contra a doença, mas, apesar da busca pela imunização ser grande, o número de pessoas que ainda não se vacinaram na capital permanece alto.

Cirley Lobato, infectologista, alerta que a eficácia da vacina só é válida quando tomada a segunda dose.

“Então eu só tenho essa proteção completa com as duas doses da vacina. A eficácia das vacinas é diferente de uma para outra, porém o mais importante e a redução de número de casos graves, a redução no número de óbitos é observador em um percentual bom em todas as vacinas”, destaca.

Ela fala ainda dos riscos de tomar apenas uma dose da vacina e de não se vacinar contra a doença.

“Se eu tomo apenas uma dose, estou colocando em risco a minha vida e estou tendo aquela falsa sensação de proteção, mas saibam que a primeira dose da vacina não dá a proteção que você precisa. É essencial, importantíssimo, que você complete seu esquema vacinal. Então, você que já tomou uma dose e passou o tempo de tomar segunda dose, procure uma unidade de saúde, procure o local onde estão realizando a vacina e faça a segunda dose”, orienta.

A especialista diz ainda que é necessário estratégias para alcançar o maior número de pessoas, uma que ela cita é a chama busca ativa, que vai até a casa das pessoas.

“Eu acho que algumas estratégias são importantes para buscar essas pessoas faltantes, como por exemplo a divulgação, massificar essas informações na mídia, fazer busca ativa desses pacientes na residência, acho que é um papel muito importante dos agentes de saúde que está buscando na sua área, fazendo a busca ativa desses pacientes que não retornaram para fazer segunda”, pontua.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS