Rio Branco,

Sete anos após o 7 a 1, veja como estão os jogadores da seleção daquela partida

O dia mais traumatizante do futebol brasileiro completa sete anos nesta quinta-feira. Em 8 de julho de 2014, a seleção comandada por Felipão entrava em pane contra a Alemanha e tomava de 7 a 1 no Mineirão, na semifinal da Copa do Mundo disputada no Brasil.

O GLOBO
Entre aposentados e sem clube, único atleta de 2014 que permanece na equipe é Neymar
- Publicidade-

O dia mais traumatizante do futebol brasileiro completa sete anos nesta quinta-feira. Em 8 de julho de 2014, a seleção comandada por Felipão entrava em pane contra a Alemanha e tomava de 7 a 1 no Mineirão, na semifinal da Copa do Mundo disputada no Brasil.

Lesionado nas quartas de final daquela Copa, Neymar não jogou contra a Alemanha. Ele é o único do elenco de 2014 que segue na seleção, e no próximo sábado vai disputar a final da Copa América, contra a Argentina.

Durante a Copa do Mundo no Brasil, o atacante sofreu uma fratura na terceira vértebra lombar após levar uma joelhadada colombiano Zúniga, nas costas. Neymar perdeu o restante do torneio. Na época, ele era jogador do Barcelona, onde foi campeão da Champions League. Desde 2017 ele defende as cores do PSG.

O outros jogadores da seleção que não entraram em campo no 7 a 1, por diferentes motivos, foram os goleiros Victor e Jefferson, além de Daniel Alves, Henrique, Maxwell, Hernanes e Jô.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img