Rio Branco,

aaa

‘Sei lá o que essa mulher fez para merecer os tapas’, diz senador sobre agressão de PM

Em um vídeo que circula nas redes sociais, o senador Styvenson Valentim (Podemos), do Rio Grande do Norte comentou um caso de agressão cometida por um policial militar contra uma mulher, no estado, afirmando que não sabia o que a vítima tinha feito “para merecer os tapas”.

G1
Caso aconteceu no dia 15 de julho em Santo Antônio, no Agreste potiguar, e foi comentado por Styvenson Valentim (Podemos) nas redes sociais.
- Publicidade-

Em um vídeo que circula nas redes sociais, o senador Styvenson Valentim (Podemos), do Rio Grande do Norte comentou um caso de agressão cometida por um policial militar contra uma mulher, no estado, afirmando que não sabia o que a vítima tinha feito “para merecer os tapas”.

A fala do senador foi feita durante uma transmissão ao vivo, que não está disponível no perfil do político nas redes sociais. Internautas e políticos do estado criticaram o senador pela fala.

“Um dia me pegaram numa entrevista e disseram: capitão o caba deu na mulher com uma criança e não sei nem o que, não sei nem o que. E eu disse: amigo, eu não estava na ocorrência. Eu não estava. Eu não sei como foi. Como eu vou dar uma explicação de uma coisa que eu… Pelo vídeo aí, eu estou vendo que ele está dando dois tapa (sic) na mulher, uns tapa (sic) bom, na mulher. Agora, eu sei lá o que essa mulher fez para merecer dois tapa. Será se ela estava calada, rezando o Pai Nosso, para levar dois tapa (sic)? Eu não sei, eu não sei”, declarou Styvenson, que é capitão da Polícia Militar e foi eleito para o cargo em 2018.

O G1 ligou e mandou mensagens para a assessoria do senador e tentou entrar em contato com Styvenson por meio das redes sociais, mas não recebeu posicionamento do parlamentar até a publicação desta matéria.

“Nada justifica violência contra mulher. Nada! Toda solidariedade às mulheres vítimas de agressão e que são mais uma vez agredidas, agora, por uma fala tão enojante”, declarou a deputada federal pelo RN, Natália Bonavides (PT).

“Senador Styvenson, respeite as mulheres! Em especial as que vivenciam situação de violência”, comentou a vereadora por Natal, Brisa Bracchi.

Já a vereadora Nina Sousa (PDT), afirmou que a fala era “absurda”. “Violência contra mulher é crime e a Lei Maria Da Penha existe para punir os responsáveis”, disse.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS