Rio Branco,

Saúde de Rio Branco recebe 50 mil kits para testes rápidos de Covid-19

G1 Acre
- Publicidade-

A capital do Acre, Rio Branco, recebeu um reforço na testagem dos casos suspeitos de Covid-19. Nessa quinta-feira (1º), foram entregues no município 50 mil kits de testes Swab antígeno para diagnóstico da doença.

O resultado do teste sai em alguns minutos. A testagem usa uma amostra de secreção colhida da parte de trás do nariz. Essa secreção é extraída com o swab (espécie de cotonete) e colocada em uma solução de soro, de forma que seja dissolvida a amostra.

Como o resultado sai logo, a ideia é agilizar os resultados dos pacientes avaliados. A capital acreana é a cidade que tem mais casos positivos de Covid-19. Até esta sexta (2), foram confirmados 37.666 com casos positivos do novo coronavírus. Mais de 1,5 mil pessoas morreram vítimas da doença em Rio Branco.

Em todo estado são 85.797 casos positivos, conforme o último boletim da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre).

Em entrevista à Rede Amazônica Acre, o secretário municipal de Saúde, Frank Lima, destacou que quanto mais equipamentos de testagem o município tiver melhor será para combater a doença, iniciar logo o tratamento dos moradores e evitar internações.

“Para não sermos pegos de novo de surpresa, a Secretaria Municipal de Saúde recebeu 50 mil testes rápidos, que são muito eficientes, que se a pessoa tiver contaminada de 24 horas até o oitavo dia a gente vai poder pegar com o swab antígeno. Você vai fazer um exame um teste pelo nariz e 15 minutos vai dar o resultado se está positivo ou negativo”, confirmou.

Na oportunidade, Lima falou também sobre o mutirão que será realizado no domingo (4) para imunizar pessoas acima dos 30 anos no Ginásio do Sesi, no Conjunto Manoel Julião. Nesse sábado (3), a capital atende pessoas que tem mais de 32 anos.

“O presidente da Federação da Indústria foi solícito e colocou o Ginásio do Sesi à disposição da Secretaria de Saúde. A vacina que temos em grande quantidade precisa de um manuseio diferente, é preciso ter um ambiente climatizado para manusear a Pfizer. A equipe está aí e o que a gente precisa é avançar para que mais rio-branquenses tomem a primeira e segunda dose”, concluiu.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img