Rio Branco,

Pacientes são retirados de viatura em via pública, porque estacionamento do PS estava lotado de veículos de funcionários

Ithamar Souza, Ecos da Notícia
- Publicidade-

O maior hospital de urgência e emergência do Acre, o pronto-socorro de Rio Branco, enfrenta há anos mais uma dificuldade. Desta vez, provocada pelos próprios funcionários da unidade hospitalar.

Na manhã deste domingo (18), o estacionamento do PS estava mais uma vez lotado e mais uma vez a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) teve que tirar um paciente no meio da rua.

Um internauta muito revoltado com a situação resolveu gravar o vídeo e enviou para a reportagem, que leva mais uma vez ao conhecimento público e dos órgãos competentes a falta de respeito dos funcionários do Huerb que usam de forma errada o estacionamento colocando seus veículos e tirando o espaço das ambulâncias de suporte avançado, das ambulâncias básicas e de transferências que a todo momento chegam e saem com pacientes em estado grave e gravíssimo.

As equipes de reportagem plantonistas já flagraram várias vezes pacientes sendo retirados na chuva, no sol e até mesmo quase caindo das macas, retirados no meio da rua e tendo que passar por vários buracos que tem ao longo do estacionamento.

A rapidez que o paciente chega na emergência do trauma é fundamental para garantir a vida deles, mas mesmo o Samu tendo um tempo de resposta formidável, as equipes demoram a entregar o paciente devido os veículos dos funcionários que ocupam as vagas das ambulâncias. Além de ser uma infração de trânsito gravíssima, passa a ser um desrespeito contra a vida e contra os demais colegas que trabalham salvando vidas no Samu.

É bom deixar claro que os condutores dos veículos que tem esse tipo de comportamento estão infringindo o artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), além de cometer um ato imoral, quem estaciona em locais proibidos pode ter o veículo guinchado. O ato é considerado uma infração média e o motorista leva 4 pontos na carteira e terá de pagar multa.

A reportagem deixa o espaço aberto para que a direção do pronto-socorro de Rio Branco venha a público esclarecer os fatos.

Veja o vídeo:

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img