Rio Branco,

aaa

Os dois meses de silêncio da África do Sul após Bolsonaro indicar Crivella para embaixador

Já se passou quase dois meses desde que o Itamaraty pediu o agrément à África do Sul para que o bispo Marcelo Crivella seja o embaixador em Pretória. Até agora, nenhum retorno foi dado.

O GLOBO
A demora na resposta quase sempre significa “não”. Jamais um país nega oficialmente, exceto se quiser abrir uma crise
- Publicidade-

Jair Bolsonaro bem que quer ajudar a Igreja Universal de Edir Macedo, mas tem países e autoridades que não colaboram nem um pouco.

Já se passou quase dois meses desde que o Itamaraty pediu o agrément à África do Sul para que o bispo Marcelo Crivella seja o embaixador em Pretória. Até agora, nenhum retorno foi dado.

Aliás, a demora na resposta quase sempre significa “não”. Jamais um país nega oficialmente, exceto se quiser abrir uma crise.

No Brasil, as coisas não estão melhores para Crivella. Desde 20 de maio seus advogados pediram a Gilmar Mendes que o passaporte do ex-prefeito seja devolvido — e nada de Gilmar decidir.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS