Rio Branco,

Mato Grosso do Sul tem 23% de vacinados, quase o dobro do país

Incentivo financeiro, vacinação na fronteira, comunicação entre municípios e logística dinâmica. Segundo especialistas e o governo do estado, essas medidas podem ter feito com que o Mato Grosso do Sul tenha alcançado 23,38% de sua população imunizada com as duas doses (ou única) de vacinas contra Covid.

G1 MS
No estado, 23,38% da população está com o ciclo vacinal completo. O secretário estadual de Saúde relata algumas medidas de o estado ser líder na aplicação de 1ª e 2ª doses da vacina
- Publicidade-

Incentivo financeiro, vacinação na fronteira, comunicação entre municípios e logística dinâmica. Segundo especialistas e o governo do estado, essas medidas podem ter feito com que o Mato Grosso do Sul tenha alcançado 23,38% de sua população imunizada com as duas doses (ou única) de vacinas contra Covid. Ao se comparar o percentual de cidadãos brasileiros completamente vacinados, o estado possui quase o dobro de pessoas imunizadas.

De acordo com os dados do consórcio de veículos de imprensa contabilizados na terça-feira (6), 13,13% da população do Brasil teve acesso ao ciclo de imunização completo contra a Covid. Diante do cenário, o G1 questionou especialistas e o governo do estado sobre quais medidas têm sido tomadas para que o Mato Grosso do Sul seja atualmente o líder da vacinação, tanto em 1ª e 2ª dose.

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, elenca quatro ações principais do estado que podem ter influenciado o atual resultado:

Incentivo financeiro a municípios
Logística: chegou, aplicou
Busca ativa
Vacinação na fronteira
Resende diz que a meta é que, ainda em agosto, 80% dos moradores em Mato Grosso do Sul tenham recebido, pelo menos, a primeira dose.

O infectologista e pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Rivaldo Venâncio vê na resposta rápida de Mato Grosso do Sul à vacinação uma saída mais rápida da pandemia. “Quanto mais rápido aplicar a vacina, melhor. A resposta será mais veloz e isso apresenta apenas benefícios e diminui a quantidade de pessoas suscetíveis e a aumenta o número de pessoas protegidas em um espaço mais curto”, descreveu.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img