Rio Branco,

aaa

Irmão reconhece em vídeo do “tribunal do crime” homem que matou mulher a facadas no Juruá

Juruá Online
- Publicidade-

A Polícia Civil de Cruzeiro do Sul pediu exame de DNA de amostras de sangue encontrado em uma praia para descobrir se o material é de Paulo Castro, que matou a mulher com 7 facadas no dia 18 de julho, no Bairro Cruzeirinho.

Paulo teria sido condenado à morte pelo tribunal do crime da organização criminosa que atua na região. Um vídeo com um homem amarrado sendo transportado em uma canoa entre Cruzeiro do Sul e Guajará no Amazonas  chegou à Polícia e um irmão de Paulo o teria reconhecido. Uma poça de sangue foi encontrada em uma praia próximo à Cruzeiro do Sul, mas nenhum corpo foi encontrado.

O delegado  Rômulo Carvalho diz que o exame de DNA no sangue poderá confirmar a morte do homem. “As diligências foram feitas na última sexta-feira e  há uma possibilidade grande do homem do vídeo ser o Paulo. O  irmão dele o reconheceu pelas imagens em que um homem é levado na canoa amarrado. Agora o resultado da perícia e exame vão confirmar a morte. Mergulhadores dos bombeiros não acharam nenhum corpo”, relata.

Paulo de Castro Ferreira assassinou  a esposa, Eduarda da Cruz Silva, de 27 anos, com 7 facadas no último dia 18 de julho e fugiu em seguida. Já na segunda, 19, a Polícia Militar recebeu por meio do 190 informações de que Paulo teria sido morto por uma organização criminosa, mas não encontrou o homem nem vivo, nem morto.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS