Rio Branco,

aaa

Agências do INSS no Acre adotam atendimento presencial a serviços não disponíveis remotamente

G1 Acre
- Publicidade-

As agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Acre adotaram atendimento especializado presencial a serviços que não podem ser resolvidos por canais remotos. A mudança atende uma portaria do governo federal, divulgada nessa segunda-feira (12), para assegurar o atendimento de beneficiários que desejam resolver algumas situações.

O atendimento especializado (Atesp) será feito apenas por meio de agendamento pelo número 135. A assessoria de comunicação do INSS no Acre informou que, com exceção da agência de Tarauacá, interior do estado, todas as unidades estão com o serviço ativo. A unidade de Tarauacá não está atendendo ainda porque o servidor administrativo está de férias.

Conforme a portaria, o beneficiário pode solicitar atendimento especializado nas seguintes ocasiões:

  • Apresentar Contestação de Nexo Técnico Epidemiológico (NTEP);
  • Atendimento solicitado por portadores de necessidades especiais: maiores de 80 anos de idade, deficiência auditiva ou visual;
  • Órgão mantenedor inválido impossibilitando a solicitação de serviços;
  • Requerimento concluído sem atendimento ao solicitado, relacionado a falha operacional não vinculada à análise do direito;
  • Consulta à consignação administrativa;
  • Ciência do Cidadão Referente à Necessidade de Inscrição no CadÚnico;
  • Solicitar Retificação de Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT);
  • Parcelamento ou impugnação à cobrança administrativa;
  • Pensão Especial Vitalícia da pessoa portadora da Síndrome da Talidomida;
  • Pensão Mensal Vitalícia do Seringueiro e seus Dependentes;
  • Impossibilidade de informação ou de conclusão da solicitação pelos canais remotos.

As agências no estado acreano atendem oito horas diariamente, por meio de agendamento. O órgão federal destacou que o objetivo é que os ‘usuários que desejam resolver situações relacionadas a serviços do INSS que não estão disponíveis nos canais remotos ou por meio de agendamento específico’.

O INSS suspendeu o atendimento presencial no final de março como medida de enfrentamento à pandemia da Covid-19.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS