Rio Branco,

aaa

Vacina contra a Covid-19 é suspensa para trabalhadores da indústria que estão fora da faixa etária em Rio Branco

G1 Acre
- Publicidade-

A vacinação contra a Covid-19 foi suspensa para os trabalhadores da indústria fora da faixa etária. A partir desta quinta-feira (17), os servidores precisam acompanhar a imunização conforme a liberação por faixa etária.

Os trabalhadores estavam inserido na 4ª fase de imunização, que contavam ainda com servidores da educação, pessoas em situação de rua, forças de segurança, caminhoneiros, entre outras pessoas. Conforme a vacinação foi avançando, grupo prioritário foi reduzindo.

Na segunda-feira (14), o Acre liberou a imunização para o público geral acima dos 59 anos. Contudo, em Rio Branco foram mantidos o três pontos exclusivos para atender ainda os trabalhadores da indústria.

Nesta quinta, a capital acreana, Rio Branco, aplicou a vacina em pessoas a partir dos 45 anos e, nesta sexta (18), avança para o público de 40 anos.

Ao G1, o presidente da Federação das Indústrias do Acre (Fieac), José Adriano da Silva, contou que foram vacinados mais de 5 mil trabalhadores da indústria apenas na quarta fase. Segundo ele, esse número é maior do que o esperado e, com isso, surgiu a preocupação com o estoque de vacina para o cumprimento das faixas etárias.

“A exclusividade foi suspensa porque chegou em um ponto que há a preocupação da secretaria de Saúde com o estoque de doses para cumprir o processo por idade. Fomos além da meta que estimamos, que era 5 mil doses e usamos mais de 200 a mais, e achamos interessante suspender e o calendário voltar por idade e ajudarmos a secretaria no avanço”, destacou.

José Adriano acrescentou que, conforme chegarem mais doses dos imunizantes, deve voltar a exclusividade para os trabalhadores. Enquanto isso, o servidor está integrado ao calendário das faixas etárias e basta apresentar o documento com foto e o cartão do SUS para tomar a primeira dose da vacina.

“É um pit stop estratégico para ninguém furar o plano nacional. O trabalhador pode tomar, não pode abaixo da idade que está sendo priorizada”, concluiu.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS