7 dezembro 2021 12:13 am
23.3 C
Rio Branco
7 dezembro 2021 12:13 am

Sindicato dos Médicos constata falta de medicamentos e materiais na UPA da Sobral, em Rio Branco

G1 Acre
-------- Continua depois da Publicidade--------

Durante uma fiscalização de rotina do Sindicato dos Médicos (Sindmed), a equipe identificou diversos problemas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Sobral, em Rio Branco. Além de problemas na estrutura, a unidade sofre com falta de medicamentos e materiais.

As deficiências, conforme o sindicato, podem afetar o atendimento e serviços oferecidos à população.

Dentre tudo o que foi constatado pelo sindicato estavam faltando:

  • Lençóis descartáveis para as macas;
  • carência de equipes;
  • infiltrações;
  • umidade nas paredes.

“É umidade, infiltração, a gente viu também falta de alguns materiais básicos na pandemia. Pacientes são atendidos uns atrás dos outros, sem a gente ter a devida higiene e proteção contra diversas doenças, não só o coronavírus”, disse o diretor do Sindmed, médico Guilherme Pulici.

Unidade tem problemas na estrutura e falta de materiais — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Unidade tem problemas na estrutura e falta de materiais — Foto: Reprodução

A direção da UPA admitiu que houve falta de lençol para as macas, mas o problema ocorreu na rede pública e já foi resolvido. Sobre a infiltração, a diretora Michela Lemos disse que fez um relatório e encaminhou para a Secretaria de Saúde (Sesacre) destacando o que precisa ser reparado na unidade.

“Realmente estava em falta na rede, fizemos o pedido toda semana, mas não veio. Alegam para nós que o Estado não está tendo. Mas, inclusive, ontem [quarta-feira, 2] chegaram para mim”, afirmou.

Michela também confirmou que há falta de medicamentos na UPA, porém, o problema seria o mesmo, não há em toda rede pública e a unidade já fez o pedido para a Saúde. “São alguns medicamentos que estão faltando na rede, não só no Estado por conta da pandemia. Porém, fazemos o pedido toda semana também”, argumentou.

Pacientes reclamam também da falta de médicos na UPA da Sobral — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Pacientes reclamam também da falta de médicos na UPA da Sobral — Foto: Reprodução

Falta de profissionais

Em conversa com o sindicato, os profissionais alertaram para a falta servidores para fechar a escala da unidade. Pacientes também reclamaram da demora no atendimento, justamente pela ausência de profissionais no plantão. A unidade, contudo, negou a falta de profissionais

“Verificamos também a precariedade do contrato de trabalho deles, quase todos estão em contrato emergencial. Vamos notificar as entidades fiscalizadoras também e vamos cobrar”, destacou o sindicalista.

A UPA tem cinco médicos, sendo quatro ambulatoriais e um de emergência. A direção da unidade de saúde garantiu que todos estão atuando. “Às vezes, tem só três porque médico fica doente também, colocam atestado. Nossa escala está completa, trabalhamos dentro do padrão, não falta médico para nós”, concluiu a diretora.

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS