Rio Branco,

Risco de infecção por coronavírus varia ‘muito’ de acordo com máscara usada, diz estudo

A qualidade das máscaras faciais que os profissionais de saúde usam faz uma grande diferença no risco de infecção por coronavírus, segundo um estudo conduzido em um hospital em Cambridge, no Reino Unido.

BBC NEWS BRASIL
Os dados foram coletados durante um programa de testes da entidade NHS Foundation Trust
- Publicidade-

A qualidade das máscaras faciais que os profissionais de saúde usam faz uma grande diferença no risco de infecção por coronavírus, segundo um estudo conduzido em um hospital em Cambridge, no Reino Unido.

Usar uma máscara de alto grau conhecida como PFF3 pode fornecer até 100% de proteção.

Já as máscaras cirúrgicas comuns apresentam um risco muito maior de se pegar o vírus, segundo a pesquisa.

Entidades de classe vem fazendo campanha para que trabalhadores recebam equipamentos melhores de proteção individual (EPI).

Os dados foram coletados durante um programa de testes da entidade NHS Foundation Trust, ligada ao sistema de saúde britânico, o NHS (equivalente ao SUS no Brasil).

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img