Rio Branco,

Rio Branco e Cruzeiro do Sul estão entre as 15 cidades mais violentas do país, diz instituto

AC 24 Horas
- Publicidade-

Um levantamento divulgado nesta quinta-feira, 23, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) colocou as cidades de Rio Branco e Cruzeiro do Sul entre os 120 municípios mais violentos do país.

No levantamento, o Ipea traz os 15 municípios mais violentos em relação à nota geral, baseado no total e na taxa média de homicídios dolosos entre 2018 e 2020. Nesse quesito, Rio Branco ocupa o primeiro lugar com nota 10 e Cruzeiro do Sul o sexto lugar com nota 9,1.

O estudo usa o termo “Total” de um município para se referir à média do número de homicídios dolosos cometidos por ano no período de 2018 a 2020 e o termo “Taxa” para se referir à razão entre esse total de homicídios dolosos e a estimativa da população do município em 2020 feita pelo IBGE multiplicada por 100.000.

Nessa análise, apenas cinco municípios dentre os 15 estão localizados fora da região Nordeste. A distribuição desses 15 municípios por estado é a seguinte: Ceará com quatro, Bahia com três, Acre com dois, Pará com dois e Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Sul com um cada.

Já em outra, baseada na forma de classificar os municípios apenas na taxa média de homicídio doloso entre 2018 e 2020, Cruzeiro do Sul e Rio Branco, ficam em primeiro e segundo lugar, respectivamente. Neste caso, entre os 15 municípios com taxas mais altas, apenas dois estão localizados fora da região Nordeste.

Segundo o levantamento, os dados serão utilizados para orientar o Ministério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP) em relação ao Programa Nacional de Enfrentamento de Homicídios e Roubos, que objetiva combater a violência urbana, ao articular iniciativas de prevenção e repressão à criminalidade, nas áreas que concentram as maiores taxas de homicídios no território nacional.

De modo a organizar a ordem de entrada dos municípios no programa, o indicador produzido pelos pesquisadores do Ipea prioriza os 120 municípios com maiores números de homicídios dolosos entre 2018 e 2020, segundo os dados do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp).

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img