Rio Branco,

Pouco antes de captura, viúva e ex pediram que Lázaro se rendesse

R7
- Publicidade-

Pouco antes do fugitivo Lázaro Barbosa ser capturado e morto, ele esteve na casa da mãe da ex-mulher, com quem tem um filho, e, usando o celular dela, entrou em contato com sua mulher, com quem tem uma menina. As duas deram entrevista a Roberto Cabrini, da Record TV, na tarde desta segunda-feira (28). As duas disseram que pediram para que ele se entregasse à polícia para evitar ser morto, mas ele não aceitou.

Lázaro teve sua morte confirmada na manhã desta segunda-feira (28) após 20 dias de buscas de uma força tarefa com 270 homens da polícia no interior de Goiás. O secretário de segurança pública de Goiás, Rodney Miranda, afirmou em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (28) que os policiais não tiveram outra opção além de disparar durante a troca de tiros com Lázaro Barbosa, cuja morte foi confirmada ainda pela manhã.

Luana, a ex-mulher, conta que Lázaro chegou na casa da mãe dela, deu R$ 300 para os cuidados com o filho e saiu do local. Em seguida, Luana tentou ligar para Ellen, para avisá-la do aparecimento de Lázaro. Ele voltou para a casa de Luana cerca de 15 minutos depois, pedindo o celular, que usou para entrar em contato com Ellen. Ela recebeu uma mensagem de áudio e outras de texto.

“Ele pegou e falou assim: ‘Olha, a polícia tá botando um monte de crime no meu nome, dizendo que foi eu que fiz e não foi, não foi eu que fiz. Eu tô desesperado porque eles tão prendendo gente que não me ajudou, tão prendendo gente que não tem nada a ver”, detalhou Ellen. “Falei: ‘Se entrega. Tem advogado, tem defensor públco, eles não vão te matar. Eu implorei pra ele se entregar, falei que todo dia a filha chorava por ele’. Ele falou: ‘traz ela pra me ver’. Como é que numa situação dessa eu ia levar minha filha pra ver? Nem eu teria coragem.”

Lázaro disse a Ellen que não se entregaria e que estava indo embora da casa de Luana porque os cachorros estavam latindo muito. Ele falou para que estava indo embora e sumiu.

Luana também contou que insistiu para que ele se entregasse. “Várias vezes. Falei assim ‘é melhor você se entregar antes que eles te matem’. Ele falou assim ‘tô nem aí’. Ele preferiu mil vezes perder a vida do que se entregar e resolver a vida ele com a justiça pra voltar a ter uma vida normal tanto no mundo, quanto pra mulher dele e a filha, assim como poderia mto bem conviver com o meu filho”, relatou Luana. “Ele preferiu mil vezes morrer do que se entregar. O erro dele foi de atacar os policiais.”

Segundo a ex-mulher, Lázaro disse que o único crime que ele cometeu foi o assassinato da família Vidal. Luana disse ainda que não escondeu o fugitivo e que não sabe porque ele decidiu procurá-la.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img