Rio Branco,

MPAC e Polícia Militar deflagram Operação Black List contra facção que comanda o tráfico no Juruá

Ithamar Souza, Ecos da Notícia
- Publicidade-

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em conjunto com a Polícia Militar, deflagrou nas primeiras horas desta quarta- feira (2), a Operação Black List, com o objetivo de efetivar a prisão de lideranças de uma organização criminosa que gerenciavam o tráfico de drogas na região do Juruá.

Estão sendo cumpridos 41 mandados judiciais, sendo 15 de busca e apreensão, e 26 de prisão preventiva nas cidades de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Tarauacá.

O efetivo empregado na Operação envolve cerca de 70 homens da Polícia Militar, além de promotores de Justiça do Gaeco e equipe técnica. O Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) também deu apoio ao trabalho.

A investigação que levou à deflagração Operação durou cerca de cinco meses e decorreu do aprofundamento dos elementos de prova colhidos em operações anteriores realizadas pelo Gaeco.

O nome da Operação, significando “lista negra”, foi escolhido a partir do acesso do à lista contendo informações que possibilitaram a identificação dos criminosos, no caso, responsáveis pela gestão do tráfico de drogas em diversos bairros de Cruzeiro do Sul e região.

Ainda foi identificado durante a investigação, integrante que ocupa a função de “Conselheiro” da facção, responsável pela expedição de ordens visando a expansão da organização criminosa, ataques à facção rival, aplicação da “disciplina” com atos de punição.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img