Rio Branco,

Morador baleado em tentativa de sequestro segue internado no PS de Rio Branco

G1 AC
- Publicidade-

Após três dias, o morador José Augusto Vieira, de 57 anos, baleado durante uma tentativa de sequestro na sexta-feira (4) na Rua 6 de Outubro, bairro Quinze, em Rio Branco, segue internado no Pronto-Socorro da capital. A informação foi confirmada pela direção do hospital.

Vieira pegou um tiro que atingiu o intestino e o rim esquerdo precisou ser removido. Ele passou por uma cirurgia no abdômen. Conforme o diretor do PS, Areski Peniche, ele continua na clínica cirúrgica da unidade e o quadro de saúde é estável. “Está evoluindo bem. Só recebendo a visita diária da equipe de cirurgia geral. Se não tiver nenhum tipo de intercorrências, deverá ter alta em breve.”

O suspeito de cometer um assalto e balear Vieira, durante a tentativa de sequestro e fuga, Wivile Ferreira, de 22 anos, morreu no PS após ser baleado por um PM à paisana que passava no local da ação criminosa.

O rapaz foi atingido com um disparo na região pélvica e morreu na sala de trauma da unidade, antes mesmo de ir para centro cirúrgico.

Imagens exclusivas obtidas pela Rede Amazônica mostram o momento exato que um policial à paisana reage a um assalto e evita que José Augusto Vieira seja sequestrado.

PM se apresentou à polícia

O policil militar que atingiu Wivile Ferreira durante a ação criminosa se apresentou na Delegacia de Flagrantes (Defla) e foi ouvido pelo delegado Frederico Tostes. Após o depoimento, o militar foi liberado. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Uma escopeta que teria sido usada pelo suspeito foi apreendida. A arma também foi enviada para a delegacia especializada. Segundo o delegado, o policial reagiu aos disparos feitos pelo suspeito.

“As medidas foram tomadas, foi feita perícia e se o delegado da DHPP achar que houve algum tipo de excesso, vai chamar o PM e juntar o laudo pericial para abrir o inquérito. Veio um major e conversou comigo também e, aparentemente, não houve nenhum excesso do policial”, afirmou o delegado.

Equipe de TV chegou minutos depois

Uma equipe da Rede Amazônica Acre se preparava para entrar ao vivo no jornal com informações sobre a vacinação contra Covid-19 na Unidade de Referência de Atenção Primária (Urap) Eduardo Assmar, quando ouviu os disparos de arma de fogo.

Ao chegar na rua ao lado, encontraram o motorista já ferido e o assaltante sentado no banco de trás do veículo, baleado, e quase sendo linchado pela população.

Segundo a polícia, Wivile Ferreira cometeu um assalto e em seguida saiu correndo armado pelas ruas. José Augusto Vieira saía de casa em seu carro quando foi surpreendido pelo bandido que tomou o veículo e atirou contra ele, na tentativa de fazê-lo refém para usar o carro na fuga.

Ainda segundo a polícia, durante a ação, o PM viu a movimentação estranha e acabou atirando contra o assaltante.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e duas ambulâncias foram ao local para atender o morador ferido e o assaltante. Os dois foram levados para o Pronto Socorro da capital. Uma equipe da Polícia Militar isolou a área para o trabalho da perícia.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img