Rio Branco,

Homem baleado em assalto contesta depoimento e diz que tiro partiu da arma de policial

Ac24Horas
- Publicidade-

O senhor José Augusto Vieira, de 57 anos, que foi baleado durante o assalto na rua 6 de Outubro, no bairro Quinze, em Rio Branco, contestou em entrevista à Rede Amazônica nesta quarta-feira, 16, o depoimento do atirador envolvido no assalto. Para ele, o tiro que lhe atingiu saiu da arma do suposto policial e não do assaltante.

De acordo com Augusto, que acabou perdendo um dos rins, ele estava de saída para comprar alimentos quando foi surpreendido pela ação criminosa. Em seguida, o suposto policial interveio e atirou contra o assaltante. No entanto, a bala atingiu o criminoso. “Eu fico indagando como o policial fez isso. A gente ouve por aí que o meliante que atirou, mas eu tenho certeza que foi o policial que atirou, não foi porque quis, mas atirou de imprudente que é”, ressaltou.

O homem pediu que o Estado possa fazer justiça sobre o incidente ocorrido. Já o suspeito de cometer um assalto e balear outra vítima durante tentativa de sequestro e fuga, Wivile Ferreira, de 22 anos, morreu no Pronto-Socorro de Rio Branco.

O delegado que investiga o caso, Cristiano Bastos, disse que José Augusto ainda deverá prestar depoimento na delegacia de Polícia Civil. Já o comando da Polícia Militar do Estado do Acre explicou, apenas, que o suposto policial que realizou os disparos se identificou como das forças de segurança, porém, não revelou o nome do atirador.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img