Rio Branco,

Em Cruzeiro do Sul, governo oferece atendimento especializado em neuropediatria

Juruá Online
- Publicidade-

A autônoma Marciania Silva é mãe de Maria Vitória Silva, de 12 anos. Ela conta que a distância era uma das barreiras para a realização do tratamento da filha, que foi diagnosticada com autismo. Na logística, as duas precisavam se deslocar de Cruzeiro do Sul, onde residem, para a capital Rio Branco. São mais de 600 km que exigem tempo e, sobretudo, gastos financeiros. A família não tem condições de arcar, sozinha, com as despesas.

Mas, na quinta-feira, 24, a mãe sentiu-se aliviada por receber, do governo do Acre, por meio da Secretaria de Saúde (Sesacre), a possibilidade de realizar, in loco, a continuidade do tratamento de Maria Vitória, com atendimento especializado em neuropediatria. “Ao longo dos anos, minha filha sofreu bastante. Mas, depois que começamos tratá-la, são grandes os avanços no seu quadro de saúde. Quero externar meus agradecimentos ao governo e à equipe que foi enviada para nos dar assistência. Aqui somos muito bem atendidos”,

Foram realizados um total de 85 agendamentos para crianças e adolescentes, que receberão uma atenção especial da equipe médica até o próximo domingo, 28, no Hospital de Dermatologia Sanitária.

“Cerca de 85% dos atendimentos estão voltados ao diagnóstico de transtornos no neurodesenvolvimento, como o autismo, o déficit de aprendizagem e o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH). Acompanhamos também crianças com epilepsia e com síndromes genéticas associadas ao autismo e suas comorbidades. É muito gratificante estar aqui, colaborando. Vejo famílias bem satisfeitas com a nossa presença”, relata a neuropediatra e responsável pelos atendimentos, Cholen Werklaenhg.

A especialista destaca que o objetivo da equipe é oferecer intervenções terapêuticas nos pacientes. “O nosso intuito é realizar o diagnóstico precoce dos transtornos do neurodesenvolvimento. Quanto mais cedo forem feitas as intervenções e as terapias necessárias, melhor será o desenvolvimento da criança”, explica.

A coordenação da Sesacre no Vale Juruá, Tarauacá e Envira, que vem dando todo apoio à equipe, destaca os investimentos feitos pela gestão de Gladson Cameli para garantir serviços de qualidade e saúde à população. “Depois que entramos na faixa amarela, que indica uma diminuição no risco de contaminação na pandemia, o governo do Acre, a Sesacre  e os Complexos Reguladores de Rio Branco e o do Juruá, representados por Manuela Cameli Lebre, têm intensificado a vinda de diversos atendimentos para a região. Já tivemos, por exemplo, assistência médica nas áreas de endocrinologia e neurologia, e programamos a vinda de um reumatologista. É um investimento que prioriza a vinda do médico para atender a população no município onde ela reside”, informa a coordenadora Catiana Rodrigues.

Cibele Clemente, que é secretária da Associação dos Autistas de Cruzeiro do Sul e mãe de Samuel Lorenzo, de 4 anos, reitera a importância dos atendimentos. Ela afirma que a inserção da criança na sociedade necessita da assistência médica oferecida pelo governo. “O meu filho está sendo bem acompanhado. Os nossos autistas precisam disso, pois são pessoas brilhantes e têm todo um potencial para se desenvolver”, reflete.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img