Rio Branco,

Donos de bares e lanchonetes que atuam no Igarapé Preto, temem perder seus pontos comerciais devido a duplicação da AC 405

Juruá Online
- Publicidade-

O alargamento da rodovia AC 405, trará muitos benefícios à população em geral, pois diminuirá os riscos de acidentes, contará com calçada, canteiro central, entre outras ações.

Mas, para se chegar nesse ponto, é necessário alguns ajustes, como a remoção de casas, comércios e muros, por onde a pista passará.

Nesse grupo, estão incluídos bares e pequenas vendas de petiscos situadas exatamente nas proximidades do Igarapé Preto. Esses locais ajudam na renda e emprego de diversas pessoas. São pelo menos algo em torno de 8 barracas.

Os vendedores desses estabelecimentos estão preocupados, pois tomaram conhecimento de que poderão ser removidos dali, já que o local passará por obras. Segundo um dos empreendedores, ninguém chegou a explicar o que aconteceria com as barracas. “A gente está sendo muito prejudicado com essa duplicação. Ontem mesmo fizemos uma reunião para nos organizarmos e falarmos com o prefeito à respeito dessa situação, porque ninguém vem falar com a gente e não sabemos se vamos sair ou não. A nossa preocupação é se realmente vai sair o nosso quiosque, que desde o ano passado havíamos sido informados que iriamos trabalhar e até agora nada”, relatou.

Uma outra dúvida é em relação ao uso da área já dentro do espaço de banho. Uma barraca foi retirada e o responsável não sabe o que fazer, já que foi prometida a concessão de uso de um novo espaço que foi construído no local. “Está difícil para a gente trabalhar. Eu quero que alguém nos informe o porquê que não entregaram os quiosques para as pessoas trabalharem e hoje. Chegamos de manhã e vimos que não tem mais a tenda para que eu possa trabalhar”, relatou José Francisco, vendedor.

O Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre), esclareceu que está sendo feito um levantamento e estudo referente a comerciantes no entorno da AC 405 para indenização e realocação. Foi informado ainda em nota que o presidente do Deracre visitará a região para esclarecimentos.

Em relação as tendas retiradas de dentro das dependências do Igarapé Preto, a equipe entrou em contado com a nova secretária de administração Sirlene Siqueira e não obteve resposta até a finalização dessa matéria.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img