Rio Branco,

Bombeiros levam coração a homem na fila de transplante há 2 anos

Órgão foi transportado do RJ ao DF em duas horas. Ação contou com apoio também da FAB e Samu. Receptor tem 67 anos

Metrópoles
- Publicidade-

Para permitir o transporte de um órgão vital do Rio de Janeiro para Brasília, e assim salvar uma vida, a Força Aérea Brasileira (FAB), o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgênia (Samu) uniram forças nesta segunda-feira (7/6) e se mobilizaram para entregar um coração pronto para ser transplantado em uma prazo de pouco mais de duas horas.

Homens da FAB receberam o órgão na capital fluminense e embarcaram às 14h do Aeroporto Internacional do Galeão. A aterrissagem no DF ocorreu por volta das 15h30.

No Aeroporto JK, equipes do CBMDF e do Samu receberam o coração e levaram ao Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF), onde o órgão foi entregue às 16h04.

Doação

O doador foi um homem de 31 anos, vítima de acidente de trânsito. O receptor será um homem de 67 anos, que está na fila de transplantes desde janeiro de 2019.

Segundo os bombeiros, apenas a integração dos diversos entes públicos torna possível o processo de captação, transporte e transplante de órgãos em tão pouco tempo.

“O emprego do recurso aéreo como meio de transporte permite vencer grandes distâncias, engarrafamentos e assim, salvar vidas. O CBMDF tem imenso orgulho em fazer parte dessa corrente em prol da vida”, afirma a corporação.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img