Rio Branco,

Almeida acusa Gladson de manipular votos de concursados temporários no Acre

Ithamar Souza, Ecos da Notícia
- Publicidade-

O deputado Neném Almeida (sem partido), cada vez mais conhecido por defender causas trabalhistas, participou da manifestação nesta quarta-feira, 2, a favor dos concursados da Polícia Civil, Polícia Militar e Educação, que reuniu cerca de 200 pessoas. Segundo ele, Cameli não honrrou com compromisso de convocação por não conseguir manipular os votos.

“O senhor prometeu em campanha que iria chamar os efetivos e as pessoas que estudaram anos para passar no concurso. Agora, o senhor vira as costas para os concursados. O senhor vai pagar agora ou ano que vem nas urnas com a sua derrota em 2022. O senhor governador ainda dá tempo de o senhor rever essas situações e chamar os concursados porque ano que vem é eleição e se o senhor não cumprir a sua palavra, a resposta virá nas urnas. Honre com a sua palavra, governador! Eu sei que o senhor não quer chamar os efetivos porque é muito mais difícil manipular os votos deles do que dos temporários, porque deles conseguem manipular os votos. Agora, do concursado não, governador!”, disparou.

O manifesto pede a contratação do cadastro reserva dos três concursos, e teve início em frente à Casa Civil do Estado com seu término em frente ao Palácio Rio Branco. Além dos concursados, houve o apoio de populares que também defenderam a importância do reforço nas áreas de segurança e educação.

Neném cobra que o governo convoque os aprovados, já que é de conhecimento comum a necessidade do reforço no efetivo das forças de segurança, assim como também do importante papel desempenhado pelos servidores da educação estadual. “As pessoas presentes nesse evento de hoje estão exercendo seu direito democrático e apenas pedindo para que cumpram o que foi prometido. Nada mais que isso”, destacou o deputado.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img