Rio Branco,

TRAGÉDIA EM CRECHE: Sobe para cinco total de vítimas, três crianças e duas professoras

Polícia já sabe que criminoso não tem problemas mentais que pudesse justificar barbárie, e que a tragédia poderia ser maior não fosse a ação de professores que conseguiram se trancar dentro das salas juntamente com outras crianças.

Por Redação Ecos da Notícia

O homem de 18 anos que invadiu a Creche Pró infância Aquarela, e matou a golpes de facão três crianças com menos de 02 anos de idade e mais duas professoras tentou por fim a própria vida a produzir um corte profundo na garganta.

O suspeito foi socorrido em estado grave e encaminhado ao Hospital da cidade. De acordo com informações da polícia da cidade de Saudades, Oeste de Santa Catarina ainda não foi possível saber a motivação.

O agressor não tinha passagem pela polícia e segundo informações moradores próximos a Creche  socorreram as vítimas enquanto a polícia era acionada.

Uma quarta criança de pouco mais de um ao continua internada e estado de saúde é gravíssimo.

O município de Saudades, este de Santa Catarina, local em que aconteceu a tragédia, possui população de pouco mais de 10 mil habitantes.

Tragédia na creche  seria maior: professores perceberam atentado e trancaram as salas

De acordo com investigações a ação rápida de professores evitou o pior no atentado à creche em Saudades, em Santa Catarina.

Vítimas fatais

De acordo com os bombeiros, duas crianças e uma professora morreram na hora. Uma terceira criança foi levada ao hospital, porém também não resistiu. As vítimas são bebês, todos menores de dois anos. Uma outra mulher foi levada ao HRO (Hospital Regional do Oeste), de Chapecó. Ela estava em estado grave e acabou morrendo em decorrência dos ferimentos. A mulher seria uma funcionária terceirizada.

ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img