Rio Branco,

‘Passei muitos dias chorando, foi insuportável’, diz Karol Conká após BBB21

Karol Conká precisou segurar suas lágrimas antes de cantar na grande final do BBB21, que consagrou Juliette Freire como campeã, em 4 de maio, na Globo.

NOTÍCIAS DA TV/ UOL
Karol Conká precisou segurar suas lágrimas antes de cantar na grande final do BBB21, que consagrou Juliette Freire como campeã, em 4 de maio, na Globo. Essa foi a primeira apresentação musical da cantora após sair cancelada do reality show e também o ponto de partida para sua retomada artística.
- Publicidade-

“Tive vontade de chorar. Não queria chorar na apresentação. Passei muitos dias chorando todos os dias, foi uma coisa insuportável. E não quis chorar naquele momento. E os três finalistas não sabiam de nada do que tinha rolado aqui fora comigo. Queria levar um alívio para eles, que haviam acabado de receber a notícia da morte do Paulo Gustavo (1978-2021). Queria que eles ficassem mais leves, porque é assim que eu decidi viver”, disse a cantora em uma live com o site PopLine.

Antes de entrar ao vivo para todo o Brasil e cantar Dilúvio, música que escolheu para simbolizar a queda de sua popularidade e seu renascimento, Karol decidiu se recolher e ficar quieta nos bastidores, para conseguir se concentrar e não deixar as emoções atrapalharem a performance.

“Fiz uma mentalização num processo comigo mesma, fiquei muito quieta no meu canto. Já que a minha imagem e a minha fala despertaram tanto ranço nas pessoas, queria que aquele momento despertasse a reflexão sobre a vida, sobre a dor de viver. Cada um tem suas camadas de dores, e eu estava falando com todos os seres humanos. Queria levar alívio e esperança, porque depois de um dia de dilúvio a gente consegue resgatar as forças”, explicou.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img