Rio Branco,

Com previsão de 3 mil mortes no país em junho, médico alerta que 3ª onda já iniciou no Acre

AC 24 Horas
- Publicidade-

Após as estimativas da Universidade de Washington apontarem que o Brasil está em uma tendência de aumento de óbitos pela Covid-19 e caminhando para a 3ª onda da pandemia no país, o médico Fabrício Lemos afirmou nas redes sociais que a nova onda já iniciou no Acre, porém, de maneira tímida.

A previsão se baseia na chegada da possível variante Indiana, B1.617. Primeiros casos da variante no Brasil foram detectados em tripulantes do navio MV Shandong da Zhi, que seguem isolados no Maranhão.

“A 3ª onda covid-19 é real, e já está iniciando, detalhe com casos de reinfecção”, declarou.

O médico explicou ao ac24horas na manhã deste sábado (22), que os casos de Covid-19 voltaram a aumentar no Estado, porém, de forma lenta. Segundo ele, infelizmente a população não colabora com as medidas de prevenção. “A nova variante já está no Brasil, sem vacinas e prevenção a soma é certa. Os casos estão subindo e estamos com mais de 2 mil mortes por dia no país. A Fiocruz já anunciou a 3° onda e já estão falando na 4°”, comentou.

Recentemente, um estudo feito por especialistas da Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz) revela que a situação da pandemia de covid-19 no Brasil voltou a piorar em pelo menos oito estados. Os dados destacam que o aumento da circulação de pessoas, os números voltaram a subir e as estimativas apontam para três mil mortes no início de junho.

No entanto, o boletim Infogripe, que é publicado semanalmente pela universidade e avalia as notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), mostra que a partir do início da 3° onda, a curva voltará a cair por causa do avanço da vacinação no país.

Lemos sugere que mesmo com as medidas de flexibilização do governo, as pessoas devem se prevenir e evitar um colapso. “Temos que nos cuidar, não dá para baixar a guarda”, explicou.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img