Rio Branco,

Bebê afogado em flutuante foi encontrado a 15 metros de profundidade pelos bombeiros

Por Portal Imediato

O bebê de apenas 1 ano e 10 meses, Eduardo da Silva Sena, acabou morrendo afogado após cair da lancha onde estava com os pais e outras crianças. A tragédia ocorreu durante a manhã desta sexta-feira (30) em um flutuante na Orla do bairro Educandos, zona Sul de Manaus.

De acordo com Tenente Barbosa Amorim, comandante do Pelotão Fluvial do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMA), o chamado para atender a ocorrência foi registrado às 11h45. Segundo o bombeiro, Eduardo caiu de dentro da lancha durante um breve momento em que os pais se ausentaram da embarcação e entraram em um flutuante para trocar de roupas.

“O bebê estava na lancha com mais duas crianças mais velhas, os pais saíram rapidamente ao encostar em um flutuante para trocar de roupas. Foi nesse momento que a Eduardo virou de dentro do barco. As crianças mais velhas correram para avisar os adultos mas o bebê já havia afundado no rio”, explicou o Tenente Amorim.

O Pelotão Fluvial destacou que ao chegar na cena do afogamento deu rapidamente início aos processos de buscas pelo corpo da criança, que duraram mais de 4 horas. O corpo de Eduardo foi encontrado a 15 metros de profundidade exatamente embaixo do flutuante onde se afogou.

Familiares e amigos do bebê lamentaram a situação e definiram o momento como um acidente. A mãe da criança chegou a desmaiar no momento em que os bombeiros submergiram trazendo o corpo do pequeno.

O Pelotão Fluvial levou o corpo de Eduardo para a base da corporação, no Centro da cidade, onde o Instituto Médico Legal (IML) realizou a remoção.




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img