Rio Branco,

Balanço da PM apresenta queda da criminalidade na região do Juruá

Juruá Online
- Publicidade-

A Polícia Militar completou, no último dia 25 de maio, 105 anos de atuação e presença efetiva na história da segurança pública do estado do Acre. O órgão, que tem sido uma das grandes apostas da gestão de Gladson Cameli, vem galgando grandes avanços, que são frutos de investimentos, aliados à destreza, à eficiência e ao compromisso de policiais que, diuturnamente e diariamente, tornam real a ideia de servir e proteger o cidadão acreano.

Na região do Juruá, o comando do 6º Batalhão de Polícia Militar (6ºBPM), liderado pelo tenente-coronel Evandro Bezerra, divulgou, na manhã desta quinta-feira, 27, um balanço que destaca a redução dos índices de criminalidade, nos cinco municípios da região e também na área de fronteira com o Peru.

“Apesar de ser uma região muito complexa, gigante e ter a densidade demográfica muito espalhada, o que dificulta demais o policiamento, mas estamos aqui, de forma ostensiva e preventiva, realizando o nosso trabalho, como pede a constituição”, declarou Evandro Bezerra.

Mais de R$ 5 milhões estão sendo usados pelo chefe do executivo para reformar, em Cruzeiro do Sul, os prédios da Delegacia da Mulher (Deam), o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), o Centro Socioeducativo Juruá (ISE), e a Companhia de Operações Especiais (COE); para construir, no complexo do 6ºBPM no município, uma quadra poliesportiva e uma academia; para modernizar e interligar, com equipamentos avançados, as polícias e seus serviços; e, no município vizinho, Mâncio Lima, para criar o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp).

“É um trabalho constante, que vem sendo realizado com base na prevenção e orientação, com a colaboração da comunidade, nos fornecendo informações. Também montamos um núcleo de inteligência, através de parceria com o Ministério Público, que vem dando excelentes resultados. Foi quando conseguimos identificar e prender inúmeros criminosos ligados a facções, que foram condenados pelo judiciário e saíram de circulação. É uma soma de ações que, em conjunto com os investimentos realizados por Cameli, garantem à sociedade a efetiva segurança pública”, detalhou o comandante.

Redução dos índices de homicídios, de roubos e furtos nos cinco municípios do Juruá

Entre 2018 e 2020, período em que se acirrou a guerra entres facções criminosas, as mortes violentas, os roubos e furtos diminuíram drasticamente nos cinco municípios que formam o Vale do Juruá. É o que informa a Seção Criminal de Análise do 6ºBPM. Os dados mostram que neste intervalo houve uma queda de, aproximadamente, 90% nos homicídios, de 75% em relação aos roubos e de 55% quando se trata dos furtos. Em números reais, observamos, por exemplo, que as vítimas de assassinatos despencaram de 50 em 2018 para 15 em 2020.  No primeiro semestre de 2021, foram registrados somente dois homicídios em toda regional.

Combate ao narcotráfico no Juruá

Em ações integradas, realizadas entre as polícias militar, civil e federal e o Grupo Especial de Fronteira (Gefron), os resultados também são positivos. De acordo com os dados da análise criminal da PM, o planejamento estratégico, que criou uma frente de combate enérgico ao comércio de drogas no Juruá e região de fronteira, possibilitou apreender, entre os anos de 2019 e 2020, cerca de dois mil quilos de entorpecentes. Nos primeiros cinco meses de 2021, as equipes já tiraram de circulação mais de 600 quilos de drogas.

Registro de combate ao comércio de drogas na região de fronteira com o Peru. Foto: cedida

“Esses resultados são fruto de parcerias com outros órgãos de segurança, que nos levou a reinventar a forma de fazer o combate direto ao narcotráfico e outros crimes na região. Reestruturamos o COE, o nosso serviço de inteligência e os resultados estão vindo. São números que significam muito para nós e para toda a nossa sociedade”, finalizou, com satisfação, o comandante Evandro Bezerra.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img