Rio Branco,

Algemado, preso rende escrivão, toma arma e atira na nuca da vítima

Por METRÓPOLES
Antônio Josivan Lopes Silva, de 30 anos, fugiu após os disparos. Aloísio Alves Lima Amorim, de 60 anos, não resistiu ao ferimento

Uma confusão na Delegacia Regional de Tauá, no Sertão dos Inhamuns, no Ceará, terminou com a morte de um escrivão de Polícia Civil. As informações são do jornal Diário do Nordeste.

Mesmo algemado, Antônio Josivan Lopes Silva, de 30 anos, preso por tráfico de drogas, rendeu o escrivão Aloísio Alves Lima Amorim, de 60 anos, tomou a arma dele, disparou contra a vítima e fugiu. Aloísio morreu na madrugada desta sexta-feira (30/4).

O suspeito e um comparsa foram levados à Delegacia de Tauá após envolvimento em uma ocorrência de venda de entorpecentes no município de Pedra Branca, distante 260 km de Fortaleza.

Os dois homens trocaram tiros com outros policiais na delegacia. O comparsa foi recapturado, mas Antônio Josivan ainda está foragido, algemado e em posse da arma do escrivão.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), foram enviados reforços policiais para a região e disponibilizados todo aparato necessário para que o homem responsável pelo homicídio seja capturado.

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) disse, em nota, lamentar profundamente a morte do escrivão.




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img