Rio Branco,

Acre pode ter perdido R$ 60 milhões em ICMS por saída ilegal de gado para outros estados

Por Ac 24 Horas

O secretário de Estado da Fazenda, Rômulo Grandidier, emitiu uma nota na tarde desta segunda-feira, 03, estimando que nos últimos cinco anos, o Estado teve em saídas ilegais de gado um valor aproximado em R$ 500 milhões.

Em Nota, o secretário ressaltou que não há indícios da conivência de fiscais da Receita com possíveis esquemas. Segundo ele, o prejuízo causado pela saída ilegal de gado resultou em um prejuízo estimado de R$ 60 milhões ao Estado em Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS).

“A Sefaz tem seus auditores e toda equipe técnica baseada na ética profissional e empenhada em combater a sonegação de impostos, tornando o estado justo e íntegro, de forma leal para a área econômica. Não é possível dimensionar com exatidão o tamanho do prejuízo total ao Estado. Estima-se que nos últimos cinco anos, as saídas ilegais de gado totalizem valores estimados de R$ 500 milhões, resultando em uma perda aproximada de R$ 60 milhões em ICMS”, afirmou.

Em outro trecho, o secretário destacou que a pasta realiza operações de fiscalização constantes no sentido de combater esses tipos de ilícitos e reafirma que não há indícios de envolvimento de auditores fiscais na facilitação dessas irregularidades.

“As medidas para combater a saída ilegal de gado bovino para outros estados fazem parte de uma ação integrada entre Sefaz, Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal, Polícia Civil, Ministério Público do Acre e Procuradoria Geral do Estado. Ademais, o objetivo da Secretaria da Fazenda tem se concentrado em esforços para combater a sonegação de impostos no Estado”, encerrou.




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img