Rio Branco,

Superlua rosa? Entenda o fenômeno que vai acontecer esta noite

Por EXAME
Durante o fenômeno, o satélite fica maior e mais brilhante para quem observar o céu, pelo menos na teoria

Na madrugada desta terça-feira, 26, a Lua entra em sua fase cheia e marca a primeira superlua do ano, fenômeno que acontece quando ela está mais próxima da Terra.

Durante o acontecimento, o satélite fica maior e mais brilhante para quem observar o céu — pelo menos na teoria.

A distância média entre a Lua e a Terra é de cerca de 384 mil quilômetros (km). No entanto, por se tratar de uma órbita oval, essa distância pode variar de 400 mil km, quando mais distante, até cerca de 360 mil km, nos períodos de maior proximidade, como na noite desta terça-feira.

A Lua cheia desta terça-feira vai naser após o pôr do sol, em torno das 18h dependendo da lugar que será vista, horário que é considerado o melhor para a observação uma vez que o satélite pode apresentar diferentes tonalidades e cores.

O fênomero, que não é considerado raro pois acontece todos os meses, vai registrar seu ápice às 0h33 desta madrugada.

Apesar da Lua desta noite ser conhecida como “superlua rosa”, a cor não muda. O termo, adotado nos Estados Unidos, marca o início da primavera no hemisfério Norte, onde é comum o surgimento de uma planta com a flor rosada, a Phlox Subulata o que inspirou o nome do fenômeno.

Seguindo a mesma lógica, também no hemisfério Norte, em novembro, acontece a “Lua do Caçador”, época do ano que se caçava e estocava carne para o inverno mas que de nada altera como a Lua aparece no céu.

As condições ideais para aproveitar a superlua desta terça incluem um céu limpo, sem nuvens. Com o tempo nublado existe o risco de o fenômeno nem dar as caras em muitos locais do Brasil. Para quem quer muito observá-lo, porém, vale ficar “de plantão” em casa à noite.

Para se atentar aos pontos cardeais, o mais indicado é que você utilize uma bússola. Para usuários de iPhone, pode ser a do próprio celular.

Caso você tenha Android, o site Olhar Digital recomenda o “Apenas uma bússola”, da PixelProse SARL, que é simples, gratuito e, mais importante, sem anúncios.

Também recomendam o Sky Safari, da Simulation Curriculum Corp, que está disponível em versões para Android e iOS e pode ser usado gratuitamente.

Em maio, nos dias 4 e 5, acontece a chuva de meteoros Eta Aquárida. Não é necessário nenhum equipamento especial para observá-las — basta ter paciência e torcer para o céu não estar nublado.




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img