Rio Branco,

PSG perde, mas segura pressão do Bayern no fim e vai à semi da Champions

Por UOL

O Bayern de Munique venceu o Paris Saint-Germain hoje por 1 a 0 no Parque dos Príncipes. Com gol de Chuopo-Moting, o time alemão conseguiu deixar o placar agregado em 3 a 3, porém, os franceses acabaram classificados para as semifinais da Liga dos Campeões devido aos gols fora de casa no resultado de 3 a 2 no jogo de ida, na Alemanha.

Neymar e Mbappé foram, mais uma vez, os responsáveis por comandar o PSG em busca do resultado. Além da força ofensiva que os dois apresentaram, o camisa 10 brasileiro fez uma boa partida. Na primeira etapa, ele acertou a trave três vezes e foi parado por Neuer em uma chance clara de gol. Já o camisa 7 marcou um gol impedido na segunda etapa e foi quem mais puxou contra-ataques com sua velocidade, assustando o setor defensivo adversário.

Já os bávaros também tiveram seus pontos positivos, além do placar, o time de Hansi Flick impôs pressão durante boa parte do jogo, principalmente na reta final do segundo tempo. Os alemães, no entanto, não conseguiram o gol da classificação.

Além da classificação para as semifinais, o PSG também “se vingou” do Bayern, algoz na decisão da Champions na última temporada.

Agora, o Paris terá pela frente o vencedor de Manchester City e Borussia Dortmund. O jogo de ida terminou em 2 a 1 para os ingleses. A volta acontecerá amanhã, na Alemanha. As partidas da próxima fase ainda não têm datas e horários indefinidos.

Primeiro tempo:

O jogo começou com as duas equipes analisando a postura do adversário. A primeira finalização foi do lado do PSG aos 2 minutos de jogo com Mbappé. Após um passe de Neymar, Mbappé chutou cruzado para fora. Porém, depois disso, os alemães mantiveram uma pressão constante, que foi bem controlada pelo setor defensivo dos franceses.

Aos 9 minutos, Neymar quase aproveitou um rebote dado pela zaga do Bayern de Munique. Porém, o lance foi paralisado pela arbitragem devido a um impedimento do camisa 7 do time de Maurício Pochettino.

Entrando nos 20 minutos de jogo, Di Maria precisou deixar o gramado para o atendimento médico por conta de uma dividida com Davies. Porém, o argentino seguiu em campo. Neste momento, o Bayern tinha 54% da posse de bola. Mesmo sem tanto controle do jogo, o PSG aproveitou fortemente dos contra-ataques no começo do confronto.

Aos 25 de jogo, Sané recebeu uma linda bola de Choupo-Moting e teve a primeira chance clara do Bayern, logo em seguida, Kimmich aproveitou o bom momento e arriscou da entrada da área, porém os chutes não deixaram Navas em perigo, que apenas acompanhou a saída das bolas.

A resposta veio em outro contra-ataque dois minutos depois, com um passe de Mbappé para Neymar, que recebeu frente a frente com Neuer e acabou sendo rendido pelo goleiro alemão, que fez uma grande defesa. Com 33 minutos, Neymar arriscou outro chute após uma jogada na entrada da área. Após driblar Lucas Hernández, o brasileiro carimbou a trave.

Neymar voltou a assustar Neuer aos 35, após uma falta cobrada por Di Maria, o camisa 10 aproveitou a sobra, driblou o defensor bávaro e bateu cruzado acertando o travessão do goleiro alemão, que, desta vez, acompanhou apenas com os olhos. Três minutos depois, em outro golpe ofensivo do PSG, o brasileiro acertou a trave novamente após passe de Mbappé.

A resposta do Bayern veio com um gol de Chuopo-Moting. Aos 40 minutos, após a primeira defesa de Navas, o atacante aproveitou a chance e abriu o placar para os comandados de Hansi Flick. O que se manteve até o final da primeira etapa.

Segundo tempo:

As duas equipes voltaram para os 45 finais sem alterações. A primeira chance do segundo tempo foi do Bayern com Alaba. Dando início com muita pressão, o time alemão assustou Navas que acompanhou a saída da bola pela linha de fundo.

Aos 52 minutos, Neymar teve outra chance dentro do gol praticamente. Após uma jogada individual de Di Maria, o atacante brasileiro tentou aproveitar a sobra, mas por alguns segundos não conseguiu chegar no momento certo para colocar a bola para dentro.

A primeira troca aconteceu aos 13 minutos do segundo tempo, quando Diallo deixou o gramado machucado e deu lugar para o neerlandês Bakker. Um pouco depois, aos 16 minutos, Navas salvou outra bola de Muller, que colocou a defesa do PSG em perigo.

O Bayern fez a primeira mudança por volta dos 20 minutos. Davies foi trocado por Musiala. Logo em seguida, Pochettino também mexeu e tirou Draxler para colocar Moise Kean.

Faltando 15 minutos para o apito final, o Bayern ainda tinha maior controle da posse de bola, neste instante bateu 54% a 46% para os bávaros, que continuavam impondo pressão, enquanto o Paris se defendia e aproveitava dos lances individuais e contra-ataques.

O italiano Moise Kean teve uma primeira chance ao entrar na partida, porém, não soube aproveitar e isolou a bola, sem dar perigo para Neuer. Logo em seguida, aos 32 minutos, Neymar lançou Mbappé que disparou sozinho frente a frente com Neuer e marcou, porém, o lance foi anulado pelo VAR por impedimento.

Aos 37, Sané tentou e levou perigo ao gol de Navas. Logo em seguida, em mais um contra-ataque o PSG mostrou que estava vivo na partida, tornando o final de jogo ainda mais eletrizante.

Hansi Flick fez mais uma mudança nos 39 minutos e optou por Javi Martínez no lugar do autor do gol Chuopo-Moting. A outra mudança de Pochettino foi a entrada de Ander Herrera no lugar de Di Maria, justamente para segurar um pouco mais a pressão ofensiva do Bayern, que buscou de todas as formas a chance de marcar o gol que faltava para a classificação.

O PSG teve a chance de esfriar a pressão colocada pelos alemães, em outro contra-ataque comandado por Mbappé, Neymar recebeu e perdeu mais uma disputa com Neuer, que saiu do gol e evitou a finalização do brasileiro.

Próximos compromissos:

O Paris Saint-Germain voltará aos gramados no próximo domingo (18), quando enfrentam o Saint-Étienne pelo Campeonato Francês. Depois disso joga as quartas de final da Copa da França contra o Angers.

Já o Bayern de Munique joga neste sábado (17), contra o Wolfsburg e na terça-feira (20), contra o Bayer Leverkusen. Ambos os jogos pelo Campeonato Alemão.




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img