Rio Branco,

Presidente e primeiro secretário da Aleac agilizam aprovação de projetos que vão beneficiar setor produtivo acreano

A aprovação dos projetos são importantes para garantir que o Acre seja reconhecido como zona livre de aftosa sem vacinação, o que deve ocorrer no próximo mês de maio.

Por Agência Aleac

Na sessão desta quarta-feira, 7, na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), os deputados estaduais aprovaram os projetos de lei que atualizam a inspeção de origem animal e vegetal no Acre, assim como a atualização da lei que rege o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do estado (IDAF).

Antes da sessão, o presidente da Aleac, Nicolau Júnior, e o primeiro secretário da Casa, deputado Luiz Gonzaga, receberam a visita de cortesia do diretor-presidente do Idaf, José Francisco Tum, e do novo Secretário de Produção e Agronegócio, Nenê Junqueira. Os dois foram pedir agilidade na tramitação das leis e se surpreenderam ao saber que os projetos iriam ainda hoje para a votação dos deputados.

“Fizemos essa visita e para nossa surpresa, o presidente nos informou que os projetos já tramitaram nas comissões e que já iriam ser levados para o plenário. Só temos que agradecer por essa parceria”, disse Tum.

A aprovação dos projetos são importantes para garantir que o Acre seja reconhecido como zona livre de aftosa sem vacinação, o que deve ocorrer no próximo mês de maio. “Essas leis são de fundamental importância para que sejamos reconhecidos agora no final de maio. O pedido do nosso governador é darmos atenção também ao pequeno produtor, da agricultura familiar, sem esquecer do médio e do grande produtor, já que todos são importantes para a nossa economia. Chegamos aqui e fomos prontamente atendidos. Ficamos felizes com essa parceria da Assembleia”, afirma Nenê Junqueira, secretário da SEPA;

Luiz Gonzaga esclareceu a importância do apoio do parlamento. “Estamos satisfeitos em ajudar neste momento importante para o Acre. Apenas Santa Catarina hoje é reconhecida como zona livre de aftosa sem vacinação no Brasil. O Acre vai receber esse reconhecimento no final de maio, o que vai ser extremamente importante para a pecuária acreana”.

Já Nicolau Júnior enfatiza que o objetivo é agilizar os projetos que são de interesse da economia acreana. “Nosso objetivo é sermos o mais rápido possível na análise dos projetos que beneficiam a população. Nossa gestão busca, com o apoio de todos os deputados, agilizar  a análise e aprovação do que é de interesse do nosso estado”.




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img